Home

Manguinhos E Os Neoliberais Cartolas Olímpicos.

março 20, 2014

Quando o Rio de Janeiro foi candidata à sede dos Jogos Olímpicos, fui contra. Quando a Cidade venceu a disputa, lamentei. Orgulho-me de ter estado, em ambos os casos, ao lado de ilustres figuras que compartilhavam das mesmas ideias. Ao ver o Rio de Janeiro sendo anunciado como sede olímpica de 2.016 e o povo pulando nas areias de Copacabana, senti pena. Pena porque começava ali outro grande engodo nacional, que nenhum benefício traria aos que mais necessitam. Os Jogos Olímpicos foram vendidos à nação como a solução dos seus problemas, de tal sorte que no dia seguinte escrevi em artigo na Folha de São Paulo que “Nuzman era o seo Creison”, o personagem ridículo das Organizações Tabajara, sempre prestes a resolver as dificuldades dos cidadãos pelos métodos não menos patéticos. As razões que sempre me levaram a ser contra a realização das Olimpíadas no Brasil tão prematuramente são ideológicas. Acho que o dinheiro e as energias gastas com a organização desse evento estariam melhor aplicadas se fossem para debelar as mazelas sociais do Rio de Janeiro. Discordo totalmente daqueles que acham que a Olimpíada no Rio resolverão os seríssimos problemas sociais da Cidade. Assim como no resto do Brasil, há no Rio uma carestia muito grande de necessidades básicas, primárias, que grandiosas obras olímpicas não resolverão. Não é um Parque Olímpico que vai melhorar a situação de penúria social, de mendicância, da falta de moradia, hospitais, saneamento básico e segurança, apenas para citar alguns itens.

Ocorre que há uma corrente de gente neo liberal que acredita piamente que as obras da Olimpíada irão melhorar a vida do carioca. Talvez melhore em alguns aspectos diminutos, sem grande impacto social para os realmente pobres. Talvez melhore para quem joga golfe na Barra. Para aquele que realmente é pobre e precisa da assistência estatal, os Jogos Olímpicos no Rio não melhorarão em nada a vida dele. Pelo contrário, atrapalhará, porque as prioridades passam ser outras. E junto com essa casta neo liberal há, claro, os especuladores, a cartolagem incompetente e “astuta”, os políticos pilantras e uma gama de gente que quer mamar no dinheiro público que abastece os cofres olímpicos.

Neste exato momento, a favela de Manguinhos vive um conflito social lastimável, como tantos que se vê no Rio e Brasil afora. E aquela nata de neo liberais que prometeu solucionar os problemas do Rio não está nem aí.

E assim segue o Brasil Olímpico.

Anúncios

2 Responses to “Manguinhos E Os Neoliberais Cartolas Olímpicos.”

  1. Adilson Says:

    Parece piada, mas não é. A IAAF postou no dia 5 passado o seu código de ética e no dia 12/3 a biografia dos membros da comissão que elaborou o tal documento. A surpresa é que nessa comissão composta por sete membros encontra-se Carlos Arthur Nuzman. Para conferir é só acesar o documento no site da IAAF – http://www.iaaf.org/about-iaaf/documents/rules-regulations

  2. profjeanmagno Says:

    Republicou isso em Blog do Prof. Jean Magno.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: