A Arrogância do Futebol.

No dia em que o Brasil vive o seu pior dia da pandemia, com quase três mil mortes, o futebol está preocupado em driblar a realidade e criar formas não parar seus campeonatos. Isto porque o futebol é arrogante. Aliás, sempre foi.

Não me refiro ao jogo, aos atletas, aos torcedores, tampouco à imprensa especializada. Reporto-me àqueles que dirigem o futebol. O Brasil vive uma crise sanitária sem precedentes, em que medidas urgentes e efetivas são necessárias pois, do contrário, o número de mortos irá se agravar. No momento em que todas energias da sociedade deveriam estar concentradas em achar soluções factíveis para frear a pandemia, os organizadores do futebol preocumpam-se em criar mecanismos para seus campeonatos não pararem. Primeiro fazendo pressão para que os Estados não suspendam as partidas. E se esse lobby débil não der certo, fazer jogos do Paulistão em Minas e assim por diante. Ou seja, querem dar um jeitinho.

Que se danem os certames estaduais. O que importa, agora, é salvar vidas. Parece que essa gente que administra o futebol vive em outro planeta. Ou não tem qualquer respeito pelo ser humano.

Categorias olimpismo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close