Quanto Ganha Radamés Lattari?

No debate de hoje entre Tullio Teixeira e Radamés Lattari, pela presidência da Confederação Brasileira de Vôlei perguntei, democraticamente, qual é a remuneração do CEO da entidade. Radamés não respondeu, aliás, como faz costumeiramente. Alegou que não responderia “porque essa pessoa que fez a pergunta não merece a consideração dele”.

Pois bem, Radamés Lattari: Estou me lixando se Você não gosta de mim. Simpatias e antipatias são sentimentos recíprocos. Você não gosta de mim porque eu ajudei a prender e derrubar o seu líder, Carlos Nuzman, em uma luta diária e incessante pela moralização do esporte. Eu não gosto de Você por uma razão prosaica; porque à frente da seleção nacional Você foi um técnico medíocre. Fora isso, não sei nada sobre Você, a não ser que está fazendo um esforço brutal para figurar como títere do presidente Toroca, a fim de se perpetuar no poder.

Radamés Lattari, Você não entendeu nada do que se passou com o esporte no Brasil. Não é a mim que Você deve responder quanto ganha na CBV. Sua obrigação é com o povo brasileiro, com a comunidade do vôlei e é para essa gente que Você tem que prestar contas. Seu salário e bônus são pagos com dinheiro público, proveniente da LAP, do Banco do Brasil e da lei de incentivo. No momento em que Você se nega, terminantemente, em divulgar quanto a CBV lhe paga, Você se une não ao que há de ruim no esporte Brasileiro. Une-se, sim, ao que existe de muito pior, velhaco, tartufista e farisaico, coisas que o esporte brasileiro e mundial não querem mais.

Radamés Lattari, ao se negar explicitar à comunidade do vôlei seus vencimentos, Você dá de ombros, faz beicinho, para aquilo que existe de mais sagrado em uma democracia, qual seja, a transparência, o direito de ser informado.

Veja, Radamés Lattari, que a certa altura o então presidente da CBDA, Coaracy Nunes, recusou-se a prestar esse tipo de informação. Inconformado, o ex nadador Julian Aoki Romero recorreu à lei da transparência e os órgãos de controle do Poder Executivo obrigaram a CBDA a divulgar todo e qualquer recurso público recebido, salários pagos, contratos firmados, tudo muito bem esquadrinhado. É isso que Você quer, Radamés Lattari? Quer que o Ministério Público Federal, a Controladoria Geral da União e o Tribunal de Contas da União lhe obriguem a divulgar sua remuneração? É esse o caminho que Você prefere? Será vexatório.

Radamés Lattari, Você se apequenou no debate ao não responder quanto a CBV lhe paga. E aí reside a diferença profunda entre nós. Tenho enorme dificuldade em entender porque pessoas públicas, que recebem dinheiro público, têm tanta resistência em divulgar o quanto ganham. Não estou, Radamés Lattari, acusando-lhe de malversação. Apenas quero ter uma informação singela: quanto a CBV lhe paga? O mundo do vôlei quer saber.

Radamés Lattari, eu ajudei a derrubar Carlos Nuzman, claro, o que teria sido impossível não fosse a tenacidade do excelente Ministério Público Federal. Reconheço o trabalho intenso de outras pessoas. Você nem imagina o quanto eu trabalhei para isso. Não fujo de brigas, até mesmo daquelas que não são minhas. Por isso, Radamés Lattari, não desisto nunca.

Entenda, Radamés Lattari, que o esporte, a partir daí, mudou. Não existe mais espaço para quem não se modernizar.

Eu pergunto ao colégio eleitoral que compõe a assembleia geral da CBV e que elegerá o novo presidente: Você entregaria a chave da entidade a quem não revela quanto ganha?

Pense nisso.

Categorias olimpismo

Um comentário em “Quanto Ganha Radamés Lattari?

  1. Alberto mais uma participação em que não esconde o verbo. Diz o que sabe e prova. Poucos tem essa postura, mas tu como advogado, sabe até onde pode ir. Abraços. Vistes que cada vez mais TOKYO está incerto.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close