O Esporte Contra o Racismo.

Em 1.975 o Comitê Olímpico Internacional (COI) deu uma forte mensagem ao mundo que o esporte não toleraria o racismo. Uma Comissão do COI presidida por Sylvio de Magalhães Padilha recomendou à assembleia geral da entidade a expulsão da Rodésia, atual Zimbábue, do Movimento Olímpico pela prática do racismo. A recomendação foi aceita por unanimidade e a Rodésia deixou de participar de qualquer evento desportivo no mundo.

Naquele mesmo ano, Sylvio de Magalhães Padilha havia sido o primeiro sulamericano eleito para o posto de vice-presidente do COI.

Dois anos mais tarde, Padilha preside a Comissão que acolheu a República Popular da China no Movimento Olímpico. Em visita oficial àquele país, representando o COI, Padilha confirmou que, a partir de então, a China passaria a integrar as competições esportivas.

Todas essas histórias e muitas outras estão no livro do jornalista Caetano Carlos Paioli, Padilha, Quase Uma Lenda, cuja versão digital pode ser encontrada do website http://www.sylviodemagalhaespadilha.com.br .

O esporte deve dar ao mundo, sempre, demonstrações veementes contra a intolerância e discriminação, sem medo. O esporte deve ser a referência positiva para a sociedade.

Categorias olimpismo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close