Polemista Tem Que Ter Cultura e Formação Humanista Sólidas.

Sempre gostei dos Polemistas. Na medida do possível, sempre os li, desde o colégio, passando pela universidade pública aqui no Brasil e na pós graduação que fiz no exterior. Embora nem todos – na maioria da vezes – fossem leitura obrigatória, os textos dos Polemistas eram fontes de reflexão e questionamentos permanentes.

O jornalismo francês, por exemplo, sempre foi celeiro de bons Polemistas,  de respeitável cultura. No Brasil essa figura não existe. Francis, talvez, tenha sido um exemplo raro de um Polemista  brasileiro destacado. Aqui há arremedo de polemistas, imitadores, com conteúdo muito raso e que não têm penetração nem credibilidade, nem cultura. Ser um mero crítico está a anos luz de ser um Polemista. Se vivessem na Europa morreriam de fome.

Dos melhores livros que já lí e reli é “O Livro dos Insultos”, de Menckel, das penas mais afiadas do jornalismo dos EUA. Um crítico voraz, inclusive da imprensa, daquela que vive do outro lado do balcão, era inteligentíssimo. Seus artigos das décadas de 20 e 30 do século passado são atualíssimos. Desafiava o senso comum e as ideias pré-concebidas.

O conservador Éric Zemmour é outro Polemista respeitado. Não concordo com a grande maioria de suas ideias. Mas ser conservador em país  democraticamente maduro não é sinônimo de coisa ruim. Por isso ele é lido e debatido. Tem bagagem cultural e os contrapontos a Zemmour criam bons debates que valem ser acompanhados.

Continuando no rol dos Polemistas francêses, entre meus preferidos está Paul Virilio. Seu livro “Velocidade e Política” é uma obra de arte. Um contraponto de conceitos que questionam o establishment de modo ousado, inteligente e provocativo. Pessoa de cultura extraordinária.

Há polemistas em todas as áreas do pensamento humano. O Professor do MIT, Noam Chomsky, que já foi considerado o mais influente intelectual do ano por importante publicação inglesa é o pai do gerativismo. O seu famoso livro “Estruturas Sintáticas” gerou polêmicas e embates verdadeiramente envolventes com renomados filólogos de todo mundo.

Talvez por desconhecimento meu, não encontro polemistas brasileiros que tenham ganhado proeminência internacional. Que tenham quebrado tabus, gerado discussões profundas nos meios acadêmicos, jornalísticos e na sociedade em geral. Atacar alguém sem fundamento, querer ser do contra, achar-se brilhante  e sagaz somente por ver o lado ruim das coisas não faz do indivíduo um Polemista. Faz dele um comum, ou em casos mais graves, um tolo, desacreditado.

Ser um crítico contumaz, permanente, desenfreado de qualquer coisa não faz do camarada um gênio, nem um Polemista, levando em conta os padrões de excelência encontrados na Europa e nos Estados Unidos.

O polemista de almanaque, de botequim, tem que ter extrema cautela para não se tornar motivo de blague. Na vida, para tudo, se há de ter equilíbrio, serenidade e, se possível, cultura.

Categorias olimpismo

Um comentário em “Polemista Tem Que Ter Cultura e Formação Humanista Sólidas.

  1. Estou feliz em abraçá-lo pela inteligência e perspicácia. Belo texto, que deve ser reproduzido aos quatro ventos. Se me permitir, citarei de quando em vez, pois sua menção de quando no colégio, o que me ensejou pequena história que me define, não à sua altura, pois faltou-me as boas leituras. A história, aos 16 anos, no 2º ano cientifico, 1967: “A professora de geografia formula três questões na prova, uma delas “o que acha da construção de Brasília”? Após um série de indagações, diante de um silêncio de expectativa sem igual, coloquei solenemente em tom de desafio… “Devo colocar na questão o que eu acho, ou o que a senhora colocou em sala”? Até o final do ano foram vários embates, e parecia que ela gostava. Eu me divertia…! Não tinha livros ou cadernos, somente grande atenção aos temas. Creio que já antecipava a “escola moderna”, o aluno FAZ o seu aprendizado. A partir do ano seguinte, fi-lo através da Matemática e do Português, utilizando-me do ESPORTE, o voleibol. Sobre polêmica, é-me difícil encontrar parceiros que tenham este mesmo “espírito”. Parabéns e continue nos brindando com tanta lucidez nos temas.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close