A Confederação Brasileira de Basquete É A Entidade Mais Importante Da Modalidade No Brasil.

Sempre digo que os clubes são a célula mater do esporte brasileiro. Sem eles, não há esporte. Os clubes, por sua vez, reuniram-se e fundaram as Federações para, em nome deles, organizar os campeonatos estaduais. As Federações, por sua vez, criaram as Confederações nacionais. E assim estruturou-se o sistema desportivo nacional, em que as Confederações são o poder maior dirigente de cada modalidade em todo território nacional. Essa ordem não pode ser quebrada, para que não haja inversão de valores.

No caso do basquete, título deste artigo, surgiu a Liga Nacional. Já escrevi neste espaço que reconheço claramente a relevância da Liga, principalmente nos anos em que a Confederação Brasileira de Basquete (“CBB”) titubeou. Mas nem por isso, em qualquer circunstância, em respeito à ordem e à hierarquia estabelecida pelo COI e pelas Federações Internacionais, uma Liga, de qualquer esporte, pode estar acima da Confederação.

Quem convoca a seleção brasileira para torneios internacionais é sempre a Confederação. Assim como quem convoca as delegações para certames Olímpicos é o Comitê Olímpico. Portanto, as seleções de basquete convocadas para as disputas dos pré-olímpicos, de campeonatos sulamericanos, mundiais e outros serão sempre da CBB. Assim com as delegações convocadas para os Jogos Sulamericanos, Panamericanos e Olímpicos serão sempre do Comitê Olímpico.

No caso específico do basquete, a CBB tem o privilégio de ter como atual presidente Guy Peixoto. Desde o primeiro momento que tomei ciência de sua candidatura não hesitei em apoiá-lo publicamente. Não fosse o Guy e sua excelente equipe, talvez a CBB nem mais existisse. Guy retomou a credibilidade e o respeito que a CBB merece. Chamou para trabalhar com ele pessoas limpas e competentes, além de reunir antigos e atuais atletas em torno do objetivo de reerguer o basquete. Não é uma tarefa fácil, mas ele está conseguindo. Vai colher esses bons frutos.

A CBB tem uma história gigante. Foi o basquete que deu ao Brasil o primeiro presidente de uma Federação Internacional: Antonio dos Reis Carneiro foi presidente da FIBA por oito anos, de 1.960 a 1.968 e é o primeiro dirigente do Brasil a ocupar o Hall of Fame de qualquer esporte.

A CBB tem conquistas internacionais importantíssimas, juntos com os Atletas que têm formado suas equipes e as comissões técnicas.

Essa grandiosa história da CBB deve ser respeitada. A CBB é a “nave mãe” do basquete brasileiro. E está em excelentes mãos.

A Liga Nacional de Basquete também tem um papel essencial no Campeonato Brasileiro de Clubes. O basquete do Brasil não sobrevive sem a Liga. E a CBB tem que compreender e respeitar isso.

Categorias olimpismo

Um comentário em “A Confederação Brasileira de Basquete É A Entidade Mais Importante Da Modalidade No Brasil.

  1. Certa feita, promovi um encontro com antigo presidente da CBB em época de ocaso irreversível, um desastre como administrador, que contagiava sua equipe, ou por ela era envolvido. Levava uma proposta de soerguimento do basquete no país de médio prazo, a ser conquistada passo a passo, através do envolvimento de nova geração: crianças nas escolas, e em logradouros públicos, em especial, praias. Simplesmente, declinou de examinar a proposta e, incontinenti, tomou a palavra e relatou o que (não) fazia e o que estava por fazer. Deu no que deu! O conceito que tentei exprimir, e até hoje tenho dificuldade de encontrar ouvidos de ouvir, é antiquíssimo: se não pode enfrentar o inimigo, junte-se a ele! No caso, naqueles momentos, o futebol e o vôlei; correndo por fora, o despreparo na formação de professores escolares e treinadores nos clubes. O que se mantém até o momento. Difícil fazer-se entender quando indivíduos não possuem uma visão de futuro para qualquer atividade humana; são imediatistas, e ignoram porque estão naquela situação. Vale dizer, nada sabem da vida, algumas poucas leituras sobre Filosofia e Ética deveriam constar do cardápio de quem se dispões gerir uma multidão de pessoas. Não lhes basta terem praticado este ou aquele desporto, e tão pouco os “créditos acadêmicos” ou as medalhas olímpicas. Citando Umberto Eco – “Terra infeliz é uma onde ninguém mais sabe o seu dever” – […] O dramaturgo alemão Bertolt Brecht, em sua peça A Vida de Galileu, nos disse “infeliz é a terra que precisa de heróis”. Por que infeliz? Porque é um lugar que carece de pessoas normais que fazem o que deveriam fazer, que não se esquivam de suas responsabilidades e que o fazem “com profissionalismo”. Na falta desses cidadãos, um país precisa desesperadamente de figuras “heroicas” e da distribuição a torto e a direito de medalhas de ouro”.
    Será que o Guy me receberia atualmente? Às vezes é preciso parar e olhar para longe, para podermos enxergar o que está diante de nós. Em Design Thinking, aprendemos que não existe “ideia burra”, pelo contrário, por sua autenticidade e nunca pensada, dever ser considerada a melhor delas. Veja o que os “outros” estão fazendo… Não há necessidade de mandar especialistas (de coisa alguma) para estudar (?) o que fazem em outros países. Minhas propostas já ganham o mundo através do blog Procrie criado em set. /2009. Também no Linkedin e facebook (português) sovolei.
    Acresço: 10 países da UE encomendaram ao LaPED- Faculdade de Motricidade Humana (Uni. Lisboa), estudos (3 anos) sobre Educação Física e Desportos nas Escolas; prazo expira em dezembro próximo; na Holanda, foi criado um Centro de Formação em voleibol para crianças para apoio a professores escolares; na Bélgica (e Holanda), há talvez 20 anos: um Centro de treinamento de futebol para crianças, com filosofia diferenciada no mundo: Aprender Brincando e Jogando. O melhor jogador da última Copa, De Bruyne, foi formado ali. Idêntico sistema ao desenvolvido por Johan Cruijff no Barcelona.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close