Governo Federal Equivoca-Se Ao Tirar Dinheiro Do Esporte.

Plano de Desenvolvimento Físico, Esportivo e Olímpico do País.

Por Alberto Murray Neto

Governo Federal equivoca-se ao retirar dinheiro do esporte para tentar criar plano mirabolante para Segurança Pública. Não há país no mundo, cuja solução para criminalidade não tenha passado pelo esporte, como elemento de educação e saúde pública. Enquanto o Governo Federal não tiver o esporte como prioridade e não criar uma Política de Estado para o Esporte Nacional, não haverá solução definitiva para a educação e para a criminalidade.
Em face dos diversos apelos já feitos às autoridades governamentais e esportivas, reitero que as medidas ora listadas são soluções para a elevação do padrão físico, esportivo e Olímpico do País. E para diminuição da criminalidade:

 

a) Educação física efetiva, como atividade curricular nos estabelecimentos de ensino fundamental e médio, sendo sua motivação feita através do esporte, com a valorização do Professor de Educacão Física. A Educação Física deve ser inserida na grade escolar com a mesma relavância que as demais disciplinas;

b) Uma vez sendo a educação física reconhecidamente obrigatória pela lei nacional, recomendar a sua prática indispensável de, pelo menos, três aulas semanais;

c) Que a educação física seja extensiva, obrigatoriamente, a todos os alunos, sem limite de idade equanto perdurar a sua ação educativa escolar;

d) Dar às Universidades locais adequados para a prática esportiva;

e) Aproveitamento pelo Estado e pelas instituições particulares, das áreas livres disponíveis nos estabelecimentos de ensino de todos os graus, com instalações esportivas, bem como não permitir, por lei, novas construções escolares e universitárias que não prevejam locais adequados à prática de educação física e dos esportes;

f) Dar competência aos órgãos técnicos especializados nas esferas Federal, Estadual e Municipal, para orientar, assistir e fiscalizar as atividades físicas de todas as instituições oficiais e particulares, em consonância com os princípios da Educação Física;

g) Que os artigo das leis que fazem a Educação Física matéria obrigatória possam ser devidamente regulamentados e fiscalizados pelos órgãos técnicos competentes dos Ministérios da Educação e do Esporte;

h) que as Forças Armadas, pelo meios que dispõem, continuem fazendo o recrutamento dos seus atletas, dando, assim, às representações nacionais a sua imprescindível colaboração, bem como coloquem suas extraordinárias instalações desportivas à disposição da sociedade civil;

i) que a União, os Estados e Municípios estabeleçam convênios com SESIs e SESCs de modo que as ótimas instalações esportivas dessas entidades estejam disponíveis aos alunos da rede pública de ensino;

J) que as Secretarias de Estado promovam Turmas Volantes de Esporte, de modo a percorrer o interior do País, em caravanas, com atletas e professores de Educacão Física, ensinando e disseminando a prática das modalidades esportivas;

k) que as Federações, Confederações e o Comitê Olímpico do Brasil, como contrapartida dos recursos públicos que recebem, estejam obrigados a promover projetos sócio-educativos de massificação do desporto em categorias de base e detecção de talentos, ficando obrigados a prestar contas às autoridades governamentais e à sociedade dos resultados de tais programas;

l) que as praças públicas de desporto nos Municípios estejam sempre em bom estado de conservação e que fiquem abertas em horários alternativos, até mais tarde, de modo que as populações dos bairros próximos possam utilizá-las após a jornada de trabalho, como opção de lazer;

m) que seja inserido no curriculo escolar do ensino médio aulas de Educação Olímpica, para formar no País uma mentalidade Olímpica;

n) que empresas públicas e privadas apoiem Federações e Confederações apenas e exclusivamente quando essas estiverem cumprindo, rigorosamente, todas as regras de governança corporativa, assim como seus dirigentes;

o) que o Clubes formadores beneficiados com recursos públicos, como contrapartida, ampliem seus contingentes de atletas militantes, observando caso a caso a quantidade.

ALBERTO MURRAY NETO

Categorias olimpismo

Um comentário em “Governo Federal Equivoca-Se Ao Tirar Dinheiro Do Esporte.

  1. Nestor Soares Publio junho 14, 2018 — 8:02 am

    Faço minha suas palavras. O vovô Padilha, exemplo a ser seguido pelos nossos dirigentes, deve estar muito contente com seu netinho. Como disse um dia os eméritos saudosos professores, Augusto Listello e Antonio Boaventura, todos deveríamos passar por um professor de EDUCAÇÃO FÍSICA, assim quando algum deles assumisse um cargo político dariam o devido valor a essa disciplina que EDUCA, através das atividades físicas, orientado para uma melhor qualidade de vida em todos os sentidos. Se por acaso necessitares de algum auxílio, hoje estou na Comissão de Ética do Conselho Federal de Educação Física. Parabéns meu jovem que sempre age como um homem maduro.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close