O Código de Conduta Ética do Comitê Olímpico do Brasil.

Ontem foi um dia muito importante para o Movimento Olímpico do Brasil. Pela primeira vez em sua história, o Comitê Olímpico do Brasil (“COB”) publicou o seu Código de Conduta Ética. Esse documento, que servirá para parametrizar a postura ética que se espera dos agentes vinculados ao Olimpismo em nosso país é mais um significativo avanço. Desde que tomou posse, o presidente Paulo Wanderley tem empenhando-se em modernizar a estrutura da entidade, fazendo-a cada vez mais transparente e seguindo as mais modernas regras de governança. O COB tem, hoje, dos mais democráticos estatutos do mundo Olímpico. Também criou um canal público de Ouvidoria e Ética, bem como instituiu o Termo de Compromisso e a Cartilha de prevenção ao abuso e violência no esporte, que foi referendado por todas as Confederações. E além do Código de Conduta Ética, existe o Regimento Interno do Conselho de Ética.

É muito importante frisar o apoio que nosso Conselho de Ética tem recebido do presidente Paulo Wanderley e do vice-presidente Marco La Porta, bem como da ativa Comissão de Atletas, de todas as Confederações, da gerência jurídica, da assessoria de imprensa e demais integrantes do COB, que nos têm auxiliado muito e nos permitido trabalhar com absoluta independência, nos termos do estatuto. Destaco, ainda, a competência e dedicação de meus companheiros de Conselho, Ministro Guilherme Caputo Bastos, Desembargador Federal Ney Bello, Dr. Sami Arap e Dr. Bernardino Santi, que não medem esforços para trabalhar, muitas vezes, madrugada adentro, para que alcancemos nossos objetivos. Equipe competentíssima.

O dia 05 de junho de 2.018 é um dia que ficará marcado na história do Movimento Olímpico do Brasil, pela publicação de seu primeiro Código de conduta Ética. E, por feliz coincidência, também considero uma homenagem que fiz ao meu avô, Sylvio de Magalhães Padilha, já que o Código entrou em vigor na data de seu aniversário, em que ele completaria 109 anos (www.sylviodemagalhaespadilha.com.br).

Aqui o link do Código de conduta Ética do COB, o qual os convido a ler:  https://www.cob.org.br/pt/cob/comite-olimpico-do-brasil/codigo-de-conduta-etica

Atualização: Logo na primeira alteração estatutária imposta por Paulo Wanderley Teixeira, cerca de dois anos após o novo estatuto, ele intencionou destruir as regras de ética e governança, o que criou um enorme desagrado entre a comunidade esportiva. Discordando de Paulo Wanderley, pedi demissão do meu cargo de Presidente do Conselho de Ética do COB. Não negocio valores. 

Categorias olimpismo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close