COI REVOGA A SUSPENSÃO AO COB.

Em reunião havida hoje na Coréia do Sul, o Comitê Olímpico Internacional (“COI”) anunciou a revogação completa da suspensão que havia sido imposta ao Comitê Olímpico Brasileiro (“COB”), depois da prisão de Carlos Arthur Nuzman. A prisão de Nuzman sob suspeita de comandar um esquema de compra de votos em favor da candidatura do Rio aos Jogos Olímpicos de 2.016 é o pior momento da história do Movimento Olímpico do país. Será uma marca negativa indelével na história do nosso esporte.

Ao assumir a presidência do COB nessas circunstâncias, Paulo Wanderley tinha como primeiro desafio revogar essa suspensão imposta pelo COI. E para isso teria que agir rapidamente. O novo presidente seguiu o caminho correto. Fez o que era necessário e adotou medidas relevantes que eram pedidas há muito tempo pela comunidade do esporte (entre oz quais, modestamente, este Blog). Renovou o estatuto, democratizando as suas estruturas, criando regras de integridade, deu voz e voto à Comissão de Atletas, criou os Conselhos de Administração e Ética e tornou o Conselho Fiscal um poder desvinculado da presidência.  Também, rapidamente, cortou custos, dispensou pessoas que ganhavam super salários, enxugou a máquina administrativa e determinou a mudança da sede do COB para o Parque Aquático Maria Lenk (que já é administrado pelo COB), abandonando a nababesca sede atual, alugada. Abriu diálogo direto com Confederações, Atletas, imprensa e segmento esportivo, coisa que antes era difícil, quiçá impossível, de ocorrer. Convocou eleições e sinalizou claramente ao COI que o passado nefasto seria substituído por novos ares. Essas medidas práticas, implantadas rapidamente, deram segurança ao COI para cancelar a suspensão ao COB e isso é um enorme passo adiante para resgatar a credibilidade do nosso Movimento Olímpico. Meus cumprimentos a todos que colaboraram para que essas medidas renovadoras fossem tomadas com a rapidez que o momento exigia. Atletas, Confederações, entidades e pessoas contribuíram e merecem reconhecimento.

Que o caminho a ser seguido continue sendo esse, da democracia, do debate, do diálogo, da possibilidade que cada um tem de expressar suas ideias, tudo, sempre, com o objetivo de melhorar a condição dos nossos Atletas, que é a razão de tudo isso existir.

Durante muito tempo fui crítico severo daquilo que julgava funcionar mal e apontei sugestões para melhorar. Quando essas mudanças finalmente ocorrem, fico muito confortável em elogiar os responsáveis por elas.

Categorias olimpismo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close