Plano de Desenvolvimento Físico, Esportivo e Olímpico do País.

PLANO DE DESENVOLVIMENTO FÍSICO, ESPORTIVO E OLÍMPICO DO PAÍS:

 

Em face dos diversos apelos já feitos por este Blog junto às autoridades governamentais e esportivas, reitero que as medidas ora listadas são soluções para a elevação do padrão físico, esportivo e Olímpico do País:

 

a) Educação física efetiva, como atividade curricular nos estabelecimentos de ensino fundamental e médio, sendo sua motivação feita através do esporte, com a valorização do Professor de Educacão Física. A Educação Física deve ser inserida na grade escolar com a mesma relavância que as demais disciplinas;

 

b) Uma vez sendo a educação física reconhecidamente obrigatória pela lei nacional, recomendar a sua prática indispensável de, pelo menos, três aulas semanais;

 

c) Que a educação física seja extensiva, obrigatoriamente, a todos os alunos, sem limite de idade equanto perdurar a sua ação educativa escolar;

 

d) Dar às Universidades locais adequados para a prática esportiva;

 

e) Aproveitamento pelo Estado e pelas instituições particulares, das áreas livres disponíveis nos estabelecimentos de ensino de todos os graus, com instalações esportivas, bem como não permitir, por lei, novas construções escolares e universitárias que não prevejam locais adequados à prática de educação física e dos esportes;

 

f) Dar competência aos órgãos técnicos especializados nas esferas Federal, Estadual e Municipal, para orientar, assistir e fiscalizar as atividades físicas de todas as instituições oficiais e particulares, em consonância com os princípios da Educação Física;

 

g) Que os artigo das leis que fazem a Educação Física matéria obrigatória possam ser devidamente regulamentados e fiscalizados pelos órgãos técnicos competentes dos Ministérios da Educação e do Esporte;

 

h) que as Forças Armadas, pelo meios que dispõem, continuem fazendo o recrutamento dos seus atletas, dando, assim, às representações nacionais a sua imprescindível colaboração, bem como coloquem suas extraordinárias instalações desportivas à disposição da sociedade civil;

 

i) que a União, os Estados e Municípios estabeleçam convênios com SESIs e SESCs de modo que as ótimas instalações esportivas dessas entidades estejam disponíveis aos alunos da rede pública de ensino;

 

J) que as Secretarias de Estado promovam Turmas Volantes de Esporte, de modo a percorrer o interior do País, em caravanas, com atletas e professores de Educacão Física, ensinando e disseminando a prática das modalidades esportivas;

 

k) que as Federações, Confederações e o Comitê Olímpico do Brasil, como contrapartida dos recursos públicos que recebem, estejam obrigados a promover projetos sócio-educativos de massificação do desporto em categorias de base e detecção de talentos, ficando obrigados a prestar contas às autoridades governamentais e à sociedade dos resultados de tais programas;

 

l) que as praças públicas de desporto nos Municípios estejam sempre em bom estado de conservação e que fiquem abertas em horários alternativos, até mais tarde, de modo que as populações dos bairros próximos possam utilizá-las após a jornada de trabalho, como opção de lazer;

 

m) que seja inserido no curriculo escolar do ensino médio aulas de Educação Olímpica, para formar no País uma mentalidade Olímpica;

 

n) que empresas públicas e privadas apoiem Federações e Confederações apenas e exclusivamente quando essas estiverem cumprindo, rigorosamente, todas as regras de governança corporativa, assim como seus dirigentes;

 

o) que o Clubes formadores beneficiados com recursos públicos, como contrapartida, ampliem seus contingentes de atletas militantes, observando caso a caso a quantidade.

 

Esses pontos não esgotam a questão. Mas são um bom início para mudar o panorama do esporte nacional, de forma a ser tratado como elemento de educação e saúde pública. Para isso, o esporte deve ser prioridade governamental e ser visto como questão de Estado.

 

Alberto Murray Neto

Categorias olimpismo

3 comentários em “Plano de Desenvolvimento Físico, Esportivo e Olímpico do País.

  1. Fala, Alberto, tudo bom?
    Tu me encaminhou esse link.
    Bastante interessante seu ponto de vista mas acho que discordo de 90% da lista.
    Acredito que o objetivo final é sempre o mesmo para quem apoia o esporte no Brasil, mas o meio geralmente vai acabar divergindo.
    Abs!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close