Home

A Fase Olímpica de Realizar Grandes Eventos Acabou.

fevereiro 28, 2017

Nuzman assumiu o COB em 1.995 com um intuito claro, de realizar eventos, nada muito além disso. Ele começou com os Festivais Olímpicos de Verão, ao longo da orla do Rio de Janeiro.  Dai foi fazendo alguns eventos maiores, organizou os Jogos da Odesur, Panamericanos e, finalmente, atingiu seu ápice com os Jogos Olímpicos. Ouvi algumas vezes de gente do esporte que o “COB transformou-se em um órgão somente organizador de eventos.”.

Tudo mais eram apêndices do objetivo final de sediar eventos. Se esse era o objetivo da gestão Nuzman, ele teve sucesso em sua empreitada. Começou sua gestão organizando torneios de verão na beira da praia e chegou ao fim sediando Jogos Olímpicos. Se era isso que ele queria, ele conseguiu. Em um país carente de esporte massificado, essa política seguida pelo COB foi equivocada. Principalmente quando se vê que a gestão Nuzman fracassou em atrair investimentos privados para suas ações. Nuzman escorou-se, fundamentalmente, em dinheiro público.  E, por isso, teria a obrigação de fazer a contrapartida social, o que não ocorreu.

Se ao realizar Jogos Olímpicos Nuzman atingiu o apogeu de seus anseios e de sua plataforma, seria chegada a hora dele sair. O modelo Nuzman esgotou-se, deu o que tinha que dar. Entretanto, ele insistiu em ficar mais quatro anos sob o pretexto de que quer “prestar contas”. É óbvio que Nuzman tem que prestar contas. Mas essa obrigação continuaria existindo fosse ele presidente do COB, ou não.  As contas do Co-Rio ainda levarão anos até serem avaliadas, auditadas e concluídas. E Nuzman é –  e será – pessoalmente responsável por elas.

Se pensasse no esporte Olímpico do Brasil, Nuzman deveria ter tido a grandeza de deixar o COB e aceitar que seu modelo de gestão teve seu ciclo e que, hoje, ele tem muito pouco a contribuir.

O esporte Olímpico brasileiro está em  um patamar de dificuldades maior do que estava nos anos que antecederam os Jogos Olimpicos no Brasil. Basta conversar com técnicos e com atletas.

Nuzman deveria dar espaço a gente nova, com novas ideias, dinamismo, para empreender um novo modelo de gestão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: