Home

Escrevi Este Texto Quando O Rio Ganhou O Direito de Sediar a Olimpíada, Em 2.009, Em Resposta A Uma Ironia Que Sérgio Cabral Pai Fez Comigo. “Sérgio Cabral, O Pai, O Tal.”

novembro 17, 2016

Alberto Murray Olímpico

Em resposta o papai Sérgio Cabral eu poderia escrever aquilo que, hoje, muita gente lhe atribui. “Um sambista aposentado que esqueceu o seu passado e que se acomodou como papai de político. E ainda pensa que é o tal.” O tal Cabral.

Mas eu me recuso a pensar assim. Já ví o papai Cabral ser severamente criticado, por passar a mão na cabeça do filho, quando este alia-se ao que há de pior na política nacional. Mas entendo perfeitamente a sua situação. Ser pai está acima da condição de cidadão brasileiro e, sobretudo, da capacidade de continuiar crítico das nossas mazelas sociais e esportivas, como sempre foi. Vai sempre lamber a cria. Isso, acho eu, vale para todos.

Nunca tinha ouvido falar do Cabral filho. Quando ouvi seu nome na política, dei-lhe um voto de confiança, justamente por causa do pai. Pensei que viesse por aí algo novo, para arejar a…

Ver o post original 465 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: