Home

Situação do Taekwondo É Mais Um Exemplo Do Descontrole do Estado Sobre O Esporte.

dezembro 28, 2014

Todos os dias aumentam as denúncias dos desmandos na Confederação Brasileira de Taekwondo. Os atletas fizeram seu protesto. Exigiram providências. É para eles e por causa deles que o esporte existe. Se os atletas estão descontentes é porque algo está errado e as coisas devem mudar. Jornalistas especializados estão escrevendo rotineiramente sobre o assunto.

Como todas as modalidades esportivas do País, o Taekwondo é sustentado com dinheiro público. Por isso o Estado tem obrigação de investigar, imediatamente, as finanças e a administração dessa Confederação. A demora das autoridades públicas em tomar providências rápidas para auditar as contas dessa Confederação é incompreensível. Dá tranquilidade àqueles que proventura estão agindo mal e tempo para eventualmente maquilar contas, balanços e demonstrações financeiras.

Essa questão de que as entidades desportivas não podem sofrer qualquer tipo de intervenção estatal é um escudo que as Federações internacionais lançam mão para proteger apaniguados. Alegam que intervenções estatais nas entidades desportivas ensejariam a impossibilidade destas de participarem de torneios internacionais, inclusive certames olímpicos. Ora, não é dinheiro deles que está em jogo,m mas, sim, dinheiro do povo brasileiro. Tenho certeza de que se o Estado interviesse na Confederação Brasileira de Taekwondo, a Federação Internacional da modalidade iria ameaçar em um primeiro momento. Depois não teriam coragem de levar adiante outras sanções e as chances de haver solução negociada para o impasse, com a saída dos atuais dirigentes, seriam enormes. O Estado brasileiro não pode ser leniente com desmandos com dinheiro público no esporte. Também acho absolutamente errado que o Comitê Olímpico do Brasil (“COB”) não tome nenhuma providência com relação às denúncias  no Taekwondo. Por muito menos, por bobagens, o COB interveio em Confederações de forma autoritária. Agora, que há razões concretas para adoção de medidas, a entidade não faz nada. É estranho. Acho que a falta de ação é porque a presidente da Confederação Brasileira de Taekwondo vota no colégio eleitoral do COB e este não quer provocar quem elege e reelege seus eternos cartolas.

A propósito, não acho que é verdade quando os cartolas dizem que estão apreensivos com a escolha do novo Ministro do Esporte. A cartolagem prefere um bobalhão no posto, como foram Agnelo Queiróz, Orlando Silva e Aldo Rebelo, do que uma pessoa que entenda do assunto e que efetivamente queira fazer mudanças radicais no cenário esportivo brasileiro. Um Ministro do Esporte enérgico e atuante poria essa cartolagem para correr.

 

 

Anúncios

One Response to “Situação do Taekwondo É Mais Um Exemplo Do Descontrole do Estado Sobre O Esporte.”

  1. Carlos Arthur NUNES Says:

    Prezado oponente,

    E você acha que vou dar um tiro no meu próprio pé ?

    Com o perdão da palavra:

    É muita inocência sua !

    Att.

    Carlos Arthur NUNES

    Curtir


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: