Tem Gente Boba Na Rua Gritando Por “Intervenção Militar”.

Ouvi hoje no rádio que um punhado de gente saiu às ruas, em poucas cidades brasileiras, para protestar contra a Presidenta Dilma Rousseff. Até aí não vejo problema algum, pois o diteito de manifestação popular pacífico é salutar e engrandece a democracia. Que o povo brasileiro possa, cada vez mais, participar das decisões do País.

O que achei desproporcional, talvez por ignorância daquela gente (pior se for por ideologia mesmo), foram os brados pela intervenção militar no Brasil. É uma minoria, eu sei disso, sem representatividade alguma. Mas ainda assim merece o meu absoluto repúdio. São os ingênuos da renovação, que talvez não tenham ideia do que significaram os anos de intervenção militar no Brasil, em que a liberdade de expressão foi tolhida, muita gente perseguida, torturada e assinada por regime deplorável. E em que, também, havia muita corrupção. Empresas ligads ao regime ganhavam dinheiro fácil e Ministros importantes, eu sei, participavam da festa e enriqueceram no período às custas de seargos públicos.

Além do mais,  como se já não bastasse o atraso que o golpe de 64 impôs ao Brasil, intervenção militar agora a troco do que? O País vive plena democracia. Acabamos de vivenciar eleições amplas, democráticas, para os cargos mais importantes da República. Uma candidata venceu, o outro perdeu e pronto. Assim é o regime democrático. Cabe ao ganhador fazer o que de melhor puder e à oposição cumprir seu papel com responsabilidade.

Também lí bobagens sobre o “impeachment” da Presidenta. Ora, o “impeachment” é um dos institutos mais sérios das Constituições democráticas e não pode ser vulgarizado. Ele deve ocorrer em situações extremas, depois de esgotados todos os níveis do devido processo legal, com direito à ampla defesa do acusado. E as provas contundentes e inquestionáveis de corrupção, para pedidos de abertura de “impeachment”,  devem recair sobre sobre a pessoa do mandatário da República e não sobre seus assessores, Ministros, ou outros quaisquer. A gente que prega “impeachment” ou desconhece o direito, ou é mesmo golpista de carteirinha. E esses devem ser repudiados. Hoje mesmo já lí declarações de lideranças sérias do PSDB criticando esses desajeitados que apregoam “intervenção militar”, ou “impeachment”.

Saí do tema esporte. Mas hoje é necessário.

Anúncios
Categorias olimpismoTags , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close