Home

Declarações de Bernardinho Não Podem Ser Ignoradas.

setembro 21, 2014

A  Polônia jogou melhor e mereceu vencer. A partida foi boa, com grandes jogadas.  A comissão técnica do Brasil deve refletir sobre o que pode melhorar até 2.016 para a conquista do ouro.

Fora das quadras a situação está claríssima. Esse mesmo grupo que há quarenta anos comanda a Confederação Brasileira de Vôlei (“CBV”), sob as batutas de Nuzman e Ary Graça, tendo o tal Toroca como figura de palha, tem que sair imediatamente. Só os incautos, aqueles que não conheciam as coisas como elas são, achavam que administração da CBV era “profissional”, “moderna”, ou seja lá que outro adjetivo aquela gente quis dar. Precisou Lúcio de Castro, grande jornalista, comprovar, anos depois, como as coisas sempre ocorreram na CBV, desde 1.975. Então, se alguém que babava ovo para a cartolagem do vôlei ficou chocada com as revelações incontestáveis de Lúcio de Castro, era porque era mal informada.

As declarações que Bernardinho deu depois da final de hoje, de que a Federação Internacional “joga muito baixo” deve ser levada a sério em sua total plenitude. Bernardinho sabe o que está dizendo. Tem credibilidade, muito mais do que o brasileiro Ary Graça, presidente da Federação Internacional e que, com Nuzman, há quarenta anos comanda os destinos dessa modalidade em nosso País, para o infortúnio de todos. Perguntem aos atletas, ex-atletas, reservadamente, o que eles pensam da dupla Ary-Nuzman.

Ocorre que essa cartolagem quer que os resultados das quadras mascarem a administração temerária da CBV. Só quem é bobo, ou mal intencionado, entra nessa onda.

Bernardinho escancarou que o brasileiro Ary Graça, presidente da Federação Internacional, está deliberadamente querendo prejudicar a seleção brasileira.

Se juntarmos as declarações de Bernardinho, as entrevistas que o capitão Bruno deu durante o mundial à jornalistas estrangeiros sobre as ações praticadas pela Federação Internacional e as provas que Lúcio de Castro nos mostrou sobre as peripécias da CBV, não restam dúvidas de que há muita coisa errada nos bastidores do vôlei. Do vôlei que tanto dinheiro público recebe do Banco do Brasil S.A. da Lei Piva e do Ministério do Esporte.

Se o governo federal continuar sem fazer nada é porque é conivente com tudo isso.

Enquanto isso, a candidata Dilma Rousseff, em vez de pronunciar-se sobre os desmandos, prefere tomar atitudes eleitoreiras e tirar fotografia com cartola e atleta no Palácio do Planalto. Ela não entende nada de esporte, assim como seu Ministro terceirizado Aldo Rebelo, que não têm projeto algum para a construção de um projeto de Estado para o desenvolvimento e massificação do esporte no Brasil.

É uma gente que se merece, embora a candidata  da cartolagem não é a Dilma, mas Aécio Neves. É ele que detém a simpatia da cartolagem.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: