Home

Encontro de Dilma Rousseff Com Jornalistas Esportivos Poderia Ter Sido Mais Amplo

maio 21, 2014

A Presidenta Dilma Rousseff reuniu-se com vários dos mais importantes jornalistas esportivos do Brasil. Achei a iniciativa excelente. Deveria a Presidenta fazer isso com mais frequência e com inúmeros segmentos da sociedade. Tenho certeza de que os jornalistas que lá estavam contribuíram muito para que Dilma tome ações concretas para melhorar o futebol. Receber o Bom Senso Futebol Clube já é um grande avanço. Mas que isso não fique apenas na retórica e no marketing político pré-copa e pré-eleições. Quero ver ações concretas.

De qualquer forma, ao ler e ouvir os ilustres jornalistas que estiveram reunidos com a Presidenta, fiquei com a impressão de que o único assunto tratado foi o futebol. Posso estar errado. Mas se houve atenção a alguma outra modalidade, isso não foi divulgado.

A monocultura do futebol é um dos fatores que sempre estrangulou as demais modalidades e que impediu, até hoje, que o Brasil tivesse uma mentalidade olímpica. Se a Presidenta teve a chance de conversar com os alguns dos mais renomados jornalistas esportivos do Brasil e deixou de abordar o tema dos esportes olímpicos, perdeu ela uma grande oportunidade. Os escândalos do vôlei, provados e comprovados pelo competente trabalho do Lúcio de Castro deveriam ter sido abordados pela Presidenta. O vôlei é o segundo esporte do Brasil, vitorioso e, principalmente, com um patrocínio estatal estupendo. Será que essa questão tão séria passou batida na conversa de Dilma com os jornalistas?

Dilma deveria ter ouvido dos jornalistas, competentes e experientes que são, opiniões e propostas sobre a construção de uma política de Estado para o esporte brasileiro, para levar a prática esportiva para a escolas, incutir no povo o gosto pelo exercício físico, o que é uma questão de saúde pública. E, mais ainda, debater com os jornalistas como dar acesso ao povo à prática do esporte, criando praças populares de baixo custo para essa finalidade, com professores de educação física à disposição da população. Praças esportivas que pudessem funcionar em horários alternativos, à noite, com segurança, para que o trabalhador que chegasse em casa tivesse como alternativa de lazer com a família a prática do esporte.

Reduzir o esporte ao mundo do futebol é reduzir a muito pouco uma questão ampla e relevante para a vida de qualquer nação.

Se agora Dilma resolveu entender e tomar providências no futebol, que não deixe de lado as demais modalidades, até porque estamos a beira de uma olimpíada no Brasil e tem muito dinheiro público correndo solto por aí.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: