Home

Texto de Fabiana Bentes Sobre O Encontro Com Jens Andersen.

novembro 30, 2012

rio_de_janeiro_helicoptero_texto_650

Por Fabiana Bentes.

Nesta última quarta-feira, fiz uma entrevista com o jornalista Jens Andersen, da ong “Play the Game” (www.playthegame.org.br) que investiga e analisa a corrupção no esporte, bem como os bons movimentos esportivos nos países.

Em breve, você irá conferir esta entrevista, mas gostaria de destacar uma importante frase que ecoou positivamente em meus ouvidos:

“O Brasil e o Rio de Janeiro estão dando uma oportunidade para os Jogos Olímpicos, não são os Jogos Olímpicos que estão dando uma oportunidade para o país ou para a cidade.”

Você já parou para pensar nesta visão? Eu parei e concordei com ele, imediatamente. Sabe por quê?

Neste mês de outubro, Jens veio ao Rio de Janeiro, ficou encantado com as maravilhas que a cidade oferece, principalmente no quesito hospitalidade. O carioca é amigo, é festeiro, é orgulhoso de sua cidade por mais problemas que a cidade tenha.

Tratamos, ou ao menos tentamos tratar, nossos visitantes muito bem, temos inúmeras coisas boas para se ver, comer, escutar, ver, praticar, usar, vestir, sentir e se orgulhar.

Definitivamente, não estamos numa cidade apática, numa cidade sem graça, o Rio de Janeiro respira alegria que contagia qualquer um. A cidade está no centro das atenções e não é porque receberá megaeventos, é porque a cidade é assim, o máximo!

Pare para pensar nas últimas cidades sedes dos Jogos Olímpicos: Atenas, Pequim e Londres. Sim, todas estas cidades são espetaculares, mas são cidades construídas por cidadãos, não por Deus. Rio de Janeiro é simplesmente o Rio de Janeiro, sem igual, sem precisar de nada muito sofisticado para justificar um excelente investimento para as férias.

É a cidade que, com apenas R$5,00, ou melhor U$2,50, você toma uma água de coco na praia e caminha pela orla, senta na Pedra do Arpoador e este mero passeio pode ser um dos programas mais inesquecíveis da sua vida. Uma cidade que, passeando pelas ruas, você para para tomar um suco e pode ser um dos melhores sucos que você já tomou na vida. É a cidade que você pega um ônibus e percorre a orla e fica impressionado com praias e mais praias maravilhosas, num passeio por uma metrópole que jamais você irá esquecer na vida! E isso é sem exageros! O Rio, realmente, proporciona algo espetacular!

Mas antes que você pense, vou logo avisando: o RJ tem problemas (posso descrever um monte aqui neste percurso maravilhoso) mas o importante é que o Rio de Janeiro não é o único a ter problemas e que precisamos dar valor por sermos os únicos com tamanha exuberância, nos sorrisos e na natureza.

Além disso, o importante desta reflexão é que esta cidade já é amada assim, simples, com toda a beleza do cidadão carioca e da natureza, e não serão os Jogos Olímpicos que farão dela especial. O Rio de Janeiro é que fará dos Jogos Olímpicos serem absolutamente especiais.

Só é preciso ter muita atenção! A população brasileira não pode deixar que o Rio de Janeiro, um patrimônio para o país, caia naquela necessidade extrema de agradar o gringo a qualquer custo. Nós já agradamos de forma simples e natural, fazer melhorias na cidade é absolutamente necessário, mas não para os Jogos Olímpicos, para nós mesmos, cariocas da gema e cidadãos brasileiros.

Obrigada Jens, por ter me ajudado a mudar a minha visão sobre os Jogos Olímpicos e o Rio de Janeiro.

Fabiana Bentes
Diretora Geral & Jornalista Responsável – Esporte Essencial – Memória Olímpica

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: