Um Passo Importante Para O Fim Das Cláusulas De Sigilo No Esporte Brasileiro.

O Blog do Jornalista José Cruz noticia hoje importante passo para que esporte no Brasil seja transparente. O Ministério Público de São Paulo obrigou que a Prefeitura da Cidade elimine dos contratos firmados com o Comitê Organizador Local da Copa do Mundo cláusulas de sigilo. E isso deve ocorrer em dez dias.

Faz todo sentido. Nenhum desses contratos firmados entre entes públicos e entidades de direito privado sobre esses eventos esportivos, Copa e Olimpíada, deveriam conter qualquer dispositivo secreto. Segredo somente em casos de segurança nacional, os chamados Segredos de Estado, que definitivamente não são o caso.

Será ótimo se os representantes dos Ministério Público dos demais Estados e o Federal, mirem-se nesse exemplo de São Paulo e façam o mesmo nas suas respectivas jurisdições.

É essencial que o Comitê Olímpico Brasileiro e Comitê Organizador Rio 2.016 sejam atingidos por essa norma e passem a ser absolutamente transpatentes em todos os contratos que assinaram e que vierem a assinar. Essas duas entidades são useiras e vezeiras em não revelar ao povo os contratos em que participam. E são dois organismos financiados com dinheiro público.

O COB recusa-se, por exemplo, a revelar os termos dos contratos de consultoris feitos sem licitação com a
empresa suíça EKS, ou com o consultor norte-americano Steven Roush. Que tipo de consultoria essa gente presta no exterior? Quanto recebem em pagamento, recordando, sempre, que são remunerados com dinheiro do nosso povo? O que de tão secreto existe nesses contratos? Por que tanto temor em revelar? Se o povo paga, o povo tem o direito de saber o que está pagando.

Esses são apenas dois exemplos. Há uma vastidão de contratos do COB e do Co-Rio 2.016 que nós não temos ideia de seus conteúdos. E isso tem que acabar. Aliás, esse foi um dos pontos que enfatizei na Comissão de Educação e Esporte do Senado Federal quando lá estive para debater os rumos do nosso esporte. É muito conveniente ao COB e ao Co-Rio 2.016 disserem-se entidades privadas, mas financiadas com dinheiro dos brasileiros.

Vamos ficar atentos para ver o que de tão secreto há nesse contrato da Prefeitura de São Paulo, que deverá ser revelado.

Anúncios
Categorias olimpismoTags , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close