Home

Olimpíada Não É Lugar Para Atleta Aprender.

julho 25, 2012

Os Jogos Olímpicos são o coroamento da vida do atleta. É o ápice de sua carreira. A competição olímpica, ao mesmo tempo em que tem a função especial de celebrar a paz por meio do esporte, também deve servir para reunir, no mesmo certame, a fina flor dos desportistas de todas as nações. Por isso sempre defendi que para aqueles esportes em que não há pré-olímpico, os índices devem ser fortes.

Atualmente o esporte olímpico vive fartura de dinheiro público, o que possibilita ao Comitê Olímpico Brasileiro enviar a delegação com tranqüilidade. Mas nem sempre foi assim. No passado, o esporte olímpico era totalmente marginalizado pelo governo. Tudo que o Comitê Olímpico Brasileiro recebia era o dinheiro de um teste de loteria esportiva em ano de Olimpíada e de Pan Americano. E com isso tinha que virar. Não apenas para organizar e enviar as delegações, mas para prepração dos atletas durante o ciclo de quatro anos.

Mas mesmo em face das extremas dificuldades financeiras, nunca nenhum atleta com índice olímpico deixou de ir aos Jogos por falta de dinheiro. De vez em quando a presidenta do Flamengo, a ex-nadadora Patrícia Amorim, diz que não foi selecionada para os Jogos Olímpicos de Los Angeles, em 1.984, por falta de verba e porque fora vítima de autoritarismo. Não é verdade. E a Patrícia, que foi sensacional nafadora no âmbito sulamericano, sabem bem disso. Em 1.984 Patrícia Amorim não fez o índice olímpico e, por esse motivo, não foi aos Jogos. Simples assim. Os pesquisadores da natação possuem todos esses dados. Há no Youtube uma entrevista da própria atleta, em 1.984, admitindo que não tinha índice que iria empenhar-se nos treinamentos para obtê-lo. Patrícia Amorim tornou-se finalmente atleta olímpica em Seoul, 1.988, quando fez o índice olímpico.

Ainda na natação, cito outro exemplo. Em 1.987 a Kibon resolveu investir na natação do Brasil. E patrocinou diversos nadadores. Era o ano dos Jogos Pan Americanos de Indianápolis. Muitos dos nadadores da Kibon foram selecionados para aquele Pan, pelo COB e pela Confederação de Desportos Aquáticos, porque conseguiram, nas piscinas, os índices exigidos. Outros tantos não conseguiram. Pois bem, naquela época, a empresa Kibon prontificou-se a pagar todas as despesas dos seus nadadores que não haviam obtido índices, para que fossem integrados à delegação do Brasil. De certo que não foram atendidos. E reclamaram muito, alegando que o Comitê Olímpico Brasileiro não teria qualquer despesa com esses atletas.

Em um caso desses, não se trata de haver despesas, ou não. Uma empresa não pode pautar os critérios de seleção definidos pelas Confederações e pelo Comitê Olímpico. Se fosse assim, era só pagar que o atleta iria. Comitê Olímpico não é agência de viagens. Vai quem adquiriu esse direito nos campos de esporte. E não quem é rico e pode pagar.

Por isso sempre fui defensor de índices fortes e critérios rígidos para selecionar atletas que comporão as delegações olímpicas.

Anúncios

3 Responses to “Olimpíada Não É Lugar Para Atleta Aprender.”

  1. Celso Says:

    Concordo 100% mas, em esporte individual, certeza absoluta que em um período olímpico quem tem dinheiro próprio tem mais chances de quem nao tem. Se tem ranking mundial envolvido na classificação , é certeza isso.

    Curtir


  2. Parabéns por divulgar esses fatos!

    Curtir

  3. rcordani Says:

    Concordo plenamente com o “caso Kibon”. Com relação aos índices, no caso da natação, não vejo a menor razão para a CBDA não escolher os índices A da FINA e sim colocar um ainda mais forte.

    No caso da natação brasileira, ainda creio ser incorreto deixar para escolher o melhor tempo ao longo de um ano, como é atualmente feito. A meu ver o correto seria escolher os dois melhores de uma seletiva específica, escolhendo acima de tudo aqueles que se comportam melhor sob pressão. Afinal, é assim que vai ser na hora das olimpíadas!

    Curtir


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: