Mais De R$ 2 Bilhões De Dinheiro Público São Investidos No Esporte Olímpico No Ciclo Pequim/Londres. E O Comitê Olímpico Brasileiro Já Prepara O Discurso.

O Governo Federal do Brasil investiu no esporte olímpico, no ciclo Pequim/Londres cerca de R$ 2,1 bilhões. Isso mesmo. Mais de dois bilhões de Reais. A conta é a seguinte, conforme informa Gustavo Franceschini em matéria publicada no UOL em 16 de julho:

– Lei Piva = R$ 550 milhões;
– Empresas estatais = R$ 520 milhões;
– Ministério do Esporte = R$ 644 milhões;
– Renúncia Fiscal = R$ 433 milhões.

Em tese tudo isso foi aplicado na preparação dos atletas. Em tese, porque sabe-se lá que outras finalidades tiveram esse dinheirão. Serviram para pagar altos salários, contratação de consultorias no país e no exterior, hotéis e viagens de dirigentes e outras coisas.

E o Comitê Olímpico Brasileiro tem a ousadia de dizer-nos que espera de Londres performance
similar à de Pequim. O volume de investimentos públicos no esporte olímpico brasileiro praticamente dobrou do ciclo anterior para este. E se não é escárnio, é incompetência, má gestão, reconhecer que não se avançará muito em resultados. Para justificar tantos investimentos públicos, não bastaria melhorar pouco. Teríamos que observar resultados muito melhores.

Percebam como o discurso do COB já está devidamente pausterizado e envasado para ser enfiado na goela dos brasileiros. Há muito Nuzman vem tentando desviar o foco de Londres 2.012, dizendo tratar-se esse torneio como preparação para Rio 2.016 quando, aí sim, vamos botar
para quebrar. Atentem que, depois de Londres, a patota olímpica baterá muito nessa tecla. Falará em semi-finalistas, finalistas etc.

Nuzman diz que vai fazer em quatro anos, aquilo que teve dezessete anos para fazer. É
bobagem, retórica, papo furado e factóide dizer que daqui até 2.016 o Brasil dará um enorme salto de qualidade. Não vai. Para construir-se uma geração olímpica vencedora leva-se, em média, doze, quatorze anos para países que já possuem consolidada uma base esportiva, nas
escolas, nas universidades, nos bairros, nos clubes. O Brasil sequer o seu modelo esportivo achou ainda.

Depois dos Jogos de Londres, seja lá quais forem os resultados, os poderes da República e a sociedade devem debruçar-se sobre esses números e avaliar se os recebedores desse dinheiro e
que o administra, entregaram o que deles se esperava. Com dinheiro público não se brinca.

Ah, neste ciclo olímpico o Comitê Olímpico Italiano, o CONI, um dos mais ricos e poderosos, teve um orçamento de “apenas” pouco mais de R$ 1 Bilhão.

Anúncios
Categorias olimpismoTags , , , ,

4 comentários em “Mais De R$ 2 Bilhões De Dinheiro Público São Investidos No Esporte Olímpico No Ciclo Pequim/Londres. E O Comitê Olímpico Brasileiro Já Prepara O Discurso.

  1. A mascara do Cob e do Nuzman cairam desde que foram revelados as irregulariedades do Pan 2007 no Rio. Mentiras, corrupcao, legado zero… O povo brasileiro nao pode deixar esses senhores repetirem a mesma coisa com a Copa e as Olimpiadas. Presidenta Dilma, vamos agir? Ou o seu governo vai ser conivente com essa situacao? Esta na hora de mudancas no esporte brasileiro.

    Curtir

  2. Engraçado… como uma ilhota no meio do Caribe esgoelada por
    um embargo ecônomico que completou meio século este ano:

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Embargo_dos_Estados_Unidos_a_Cuba

    E que não dispõe de 1/10 desses R$ 2,1 bilhões que nós dispomos por aqui, para investir em esporte, consegue chegar na frente do Brasil na maioria das competições de esportes olímpicos (desde as categorias de base até o alto rendimento) ??

    Jogos Olímpicos da Juventude de 2010:

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Anexo:Quadro_de_medalhas_dos_Jogos_Ol%C3%ADmpicos_de_Ver%C3%A3o_da_Juventude_de_2010#O_quadro

    Jogos Pan-Americanos de 2011:

    http://info.guadalajara2011.org.mx/ESP/ZZ/ZZS100A_@@@@@@@@@@@@@@@@@ESP.htm

    Mundial Juvenil de Atletismo encerrado 10 dias atrás:

    http://www.iaaf.org/Mini/WJC12/Results/MedalTable.aspx

    Não seria pelo fato desta ilhota ter uma política de Estado para o
    esporte ?

    Não seria pelo fato de que o sistema desportivo desta ilha estar atrelado a educação (e vice-versa) ?

    Não, acho que não… deve ser pura sorte deles e azar nosso ?!

    Curtir

  3. É preocupante que tenhamos em Londres atletas brasileiros cujo ciclo olímpico não foi contado em anos, mas em número de cirurgias e de suspensões por dopagem. Um sistema que não consegue produzir resultados melhores com tanto dinheiro investido deveria ser, ao menos, suspenso temporariamente.

    Curtir

  4. A matéria que saiu no site da Camera informa:

    “Enquanto o Brasil aplicou U$ 390 milhões, nos últimos quatro anos, a Austrália investiu U$ 730 milhões; Reino Unido, U$ 1 bilhão; Alemanha, U$ 2 bilhões; e China, U$ 2,8 bilhões.”

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close