Home

Mais De R$ 2 Bilhões De Dinheiro Público São Investidos No Esporte Olímpico No Ciclo Pequim/Londres. E O Comitê Olímpico Brasileiro Já Prepara O Discurso.

julho 21, 2012

O Governo Federal do Brasil investiu no esporte olímpico, no ciclo Pequim/Londres cerca de R$ 2,1 bilhões. Isso mesmo. Mais de dois bilhões de Reais. A conta é a seguinte, conforme informa Gustavo Franceschini em matéria publicada no UOL em 16 de julho:

– Lei Piva = R$ 550 milhões;
– Empresas estatais = R$ 520 milhões;
– Ministério do Esporte = R$ 644 milhões;
– Renúncia Fiscal = R$ 433 milhões.

Em tese tudo isso foi aplicado na preparação dos atletas. Em tese, porque sabe-se lá que outras finalidades tiveram esse dinheirão. Serviram para pagar altos salários, contratação de consultorias no país e no exterior, hotéis e viagens de dirigentes e outras coisas.

E o Comitê Olímpico Brasileiro tem a ousadia de dizer-nos que espera de Londres performance
similar à de Pequim. O volume de investimentos públicos no esporte olímpico brasileiro praticamente dobrou do ciclo anterior para este. E se não é escárnio, é incompetência, má gestão, reconhecer que não se avançará muito em resultados. Para justificar tantos investimentos públicos, não bastaria melhorar pouco. Teríamos que observar resultados muito melhores.

Percebam como o discurso do COB já está devidamente pausterizado e envasado para ser enfiado na goela dos brasileiros. Há muito Nuzman vem tentando desviar o foco de Londres 2.012, dizendo tratar-se esse torneio como preparação para Rio 2.016 quando, aí sim, vamos botar
para quebrar. Atentem que, depois de Londres, a patota olímpica baterá muito nessa tecla. Falará em semi-finalistas, finalistas etc.

Nuzman diz que vai fazer em quatro anos, aquilo que teve dezessete anos para fazer. É
bobagem, retórica, papo furado e factóide dizer que daqui até 2.016 o Brasil dará um enorme salto de qualidade. Não vai. Para construir-se uma geração olímpica vencedora leva-se, em média, doze, quatorze anos para países que já possuem consolidada uma base esportiva, nas
escolas, nas universidades, nos bairros, nos clubes. O Brasil sequer o seu modelo esportivo achou ainda.

Depois dos Jogos de Londres, seja lá quais forem os resultados, os poderes da República e a sociedade devem debruçar-se sobre esses números e avaliar se os recebedores desse dinheiro e
que o administra, entregaram o que deles se esperava. Com dinheiro público não se brinca.

Ah, neste ciclo olímpico o Comitê Olímpico Italiano, o CONI, um dos mais ricos e poderosos, teve um orçamento de “apenas” pouco mais de R$ 1 Bilhão.

Anúncios

4 Responses to “Mais De R$ 2 Bilhões De Dinheiro Público São Investidos No Esporte Olímpico No Ciclo Pequim/Londres. E O Comitê Olímpico Brasileiro Já Prepara O Discurso.”

  1. Monica Faria Says:

    A mascara do Cob e do Nuzman cairam desde que foram revelados as irregulariedades do Pan 2007 no Rio. Mentiras, corrupcao, legado zero… O povo brasileiro nao pode deixar esses senhores repetirem a mesma coisa com a Copa e as Olimpiadas. Presidenta Dilma, vamos agir? Ou o seu governo vai ser conivente com essa situacao? Esta na hora de mudancas no esporte brasileiro.

    Curtir

  2. Pesquisador Says:

    Engraçado… como uma ilhota no meio do Caribe esgoelada por
    um embargo ecônomico que completou meio século este ano:

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Embargo_dos_Estados_Unidos_a_Cuba

    E que não dispõe de 1/10 desses R$ 2,1 bilhões que nós dispomos por aqui, para investir em esporte, consegue chegar na frente do Brasil na maioria das competições de esportes olímpicos (desde as categorias de base até o alto rendimento) ??

    Jogos Olímpicos da Juventude de 2010:

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Anexo:Quadro_de_medalhas_dos_Jogos_Ol%C3%ADmpicos_de_Ver%C3%A3o_da_Juventude_de_2010#O_quadro

    Jogos Pan-Americanos de 2011:

    http://info.guadalajara2011.org.mx/ESP/ZZ/ZZS100A_@@@@@@@@@@@@@@@@@ESP.htm

    Mundial Juvenil de Atletismo encerrado 10 dias atrás:

    http://www.iaaf.org/Mini/WJC12/Results/MedalTable.aspx

    Não seria pelo fato desta ilhota ter uma política de Estado para o
    esporte ?

    Não seria pelo fato de que o sistema desportivo desta ilha estar atrelado a educação (e vice-versa) ?

    Não, acho que não… deve ser pura sorte deles e azar nosso ?!

    Curtir

  3. Adilson Says:

    É preocupante que tenhamos em Londres atletas brasileiros cujo ciclo olímpico não foi contado em anos, mas em número de cirurgias e de suspensões por dopagem. Um sistema que não consegue produzir resultados melhores com tanto dinheiro investido deveria ser, ao menos, suspenso temporariamente.

    Curtir

  4. Augusto Says:

    A matéria que saiu no site da Camera informa:

    “Enquanto o Brasil aplicou U$ 390 milhões, nos últimos quatro anos, a Austrália investiu U$ 730 milhões; Reino Unido, U$ 1 bilhão; Alemanha, U$ 2 bilhões; e China, U$ 2,8 bilhões.”

    Curtir


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: