O Mundial Juvenil de Atletismo, Barcelona 2.012.

  No último dia de competições, nosso melhor resultado e única final disputada, foi a final
  do salto triplo masculino.

  Os garotos Henrique da Silva e Kauam Bento chegaram na 5ª e na 12ª colocação res-
  pectivamente.  

  O Brasil encerrou sua participação no 14º Campeonato Mundial Juvenil de Atletismo com
  uma medalha de ouro ( brilhantemente conquistada pelo saltador Thiago Braz ), três me-
  dalhas de bronze e na 13ª posição no quadro de medalhas, atrás de países como Quê-
  nia, Etiópia, Jamaica, Bahamas e Catar:

  http://www.iaaf.org/Mini/WJC12/Results/MedalTable.aspx
 

  Em 26 anos e 14 edições disputadas do Campeonato Mundial Juvenil de Atletismo ( a 1ª
  edição foi disputada em Atenas em 1986 ), a medalha de Thiago Braz é a 2ª medalha de
  ouro que o Brasil conquista na história da competição.

  Aliás, Thiagou quebrou um jejum que já durava 18 anos (a idade de Thiago diga-se de
  passagem), visto que a única vez anterior que o Brasil teve um atleta como campeão
  mundial juvenil de atletismo, foi em 1994, quando Clodoaldo Gomes da Silva venceu a
  prova de 20 km, disputada nas ruas de Lisboa:

  http://olimpiadas.ig.com.br/2012-07-12/thiago-braz-conquista-ouro-no-salto-com-vara-no-mundial-de-juvenis.html

 
  No ‘Placing Table’ (que classifica os países atribuindo pontos da 1ª a 8ª colocação em
  cada prova) terminamos na 12ª colocação, novamente atrás do Quênia, da Etiópia e da
  Jamaica e apenas 1 ponto na frente de Bahamas.

  Perguntas que deixo no ar:

  – Uma única medalha de ouro, conquistada num intervalo de 18 anos, para uma confede-
    ração que desde 2001, começou a contar com o aporte da Caixa e os repasses da Lei
    Piva, é um desempenho satisfatório ?

  – O aporte de verbas públicas está sendo bem investido?

  – O nosso atletismo (e o nosso esporte olímpico e amador em geral) não carecem – COM
    URGÊNCIA – da implemantação de uma política de Estado para o esporte ?

  – Não estaria na hora (ou já não teria passado da hora ?) de copiar, sem vergonha nenhu-
    ma, os programas de esporte escolar, e esporte universitário, de países como EUA, Ja-
    maica e Cuba, por exemplo ? 

Categorias olimpismoTags , , , , ,

Um comentário em “O Mundial Juvenil de Atletismo, Barcelona 2.012.

  1. marcos antonio damas silva julho 16, 2012 — 8:16 am

    Concordo em número, gênero e grau, já passou da hora.
    Ou muda-se radicalmente a maneira de pensar o esporte como um todo, ou vamos ter que nos contentar com esses resultados que estão aí.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close