Home

Sabem Como O Eduardo Paes Virou Prefeito Do Rio?

janeiro 26, 2012

Vocês se lembram da CPI dos Correios? Quem não lembra, antes de ler esse post, vá ao Google e ao Youtube. Pois bem. A certa altura, no curso daquela CPI, os joelhos da máquina governistas começaram a dobrar fortemente. Os próceres da República estavam acuados, nas cordas. Diariamente surgiam nomes de empresas fantasmas constituídas em Paraísos Fiscais e contas correntes que movimentavam grandes quantias de dinheiro de um lado para o outro.

Como a enorme maioria dos Congressistas é composta por gente ignorante, despreparada, a oposição não sabia o que fazer com tanta informação. Ficava perdida no meio da papelada, das procurações e mal sabiam pronunciar os nomes das empresas e dos países em que elas eram constituídas. A oposição recebia a munição e não sabia como usá-la, por absoluta falta de competência.

Nesse contexto, havia um ativo Deputado Federal pelo PSDB do Rio,
chamado Eduardo Paes que, aproveitando-se da ignorância jurídica daquela plêiade, passou a ser figura fundamental para desatar os nós do emaranhado de papéis comprometedores que pipocavam a cada instante. Antes de ser político profissional, Eduardo Paes foi um competente advogado militante em um renomado escritório de advocacia do Rio. O Deputado Eduardo Paes era afeito a todo tipo de legislação estrangeira. Assim, começou a esquadrinhar toda a teia de maracutaias que envolvia os líderes da República. Eduardo Paes virou o grande estofo jurídico da oposição. Os holofotes voltaram-se para ele. Na TV Câmara, o Deputado Eduardo Paes, munido de documentos importantes, esculhambava de cima a baixo o Presidente Lula, o Ministro Dirceu, aquele publicitário, Duda Mendonça (que admitiu ter recebido dinheiro de caixa dois em conta de empresa sediada em Paraíso Fiscal). Eduardo Paes, o Deputado da oposição, era muito mais do que duro em seus pronunciamentos; pegava pesado; era virulento; atingia na mosca.

O estrago que Eduardo Paes fez no governo foi tão grande, que uma ação política rápida era necessária. Foi quando o governo chamou Eduardo Paes para um encontro e perguntou-lhe: “Deputado, V. Exa. quer ser o próximo prefeito do Rio?”. O jovem Deputado Eduardo Paes interessou-se pela prosa e quis saber mais. “Como assim, eu ser prefeito do Rio?”, perguntou ao seus interlocutores. A resposta veio de bate pronto: “Deputado, deixe essa coisa de CPI de lado, mude de partido que nós vamos apoiá-lo, com toda força que o governo tem”.

Ato contínuo, o Deputado Eduardo Paes trocou o PSDB pelo PMDB, jogou na lata do lixo os seus ímpetos de oposicionista e passou a ser mais um insignificante Deputado daquilo que chamam de “base governista”. Estranho, não acham? Hoje o sujeito bate forte. Amanhã arrefece. Como em regra políticos são desprovidos de alma,todos aqueles a quem Eduardo Paes atacou em cadeia nacional passaram uma borracha naquilo tudo. A única pessoa que guardou mágoa do antigo Deputado de oposiçã, Eduardo Paes, foi a Primeira Dama, Marisa Letícia, que relutou em aceitá-lo nas hostes governistas, tamanha a volúpia dos ataques que ele havia desferido contra seu marido presidente, Lula.

O resto da história Vocês já sabem. Eduardo Paes, agora do PMDB foi eleito prefeito do Rio com apoio maciço na máquina estadual e federal, derrotando o colega Fernando Gabeira por margem muito pequena. Evidente que nosso faceiro prefeito carioca negará tudo isso, se perguntado. Mas como palavra de político sem alma não vale nada, ele que fique com suas negativas. A história é essa mesma.

Esse é o prefeito que o Rio tem, um sujeito que muda de lado como se o primeiro tempo tivesse acabado e agora ele, na pelada, teria que passar para o time de lá, que estava perdendo, para, sabem como é, dar aquela forcinha. Nada se pode esperar de um cara assim.

Esse é o cara que está preocupadíssimo, junto com outro monte de gente ruim, em construir um maravilhoso Parque Olímpico. E que deixa os prédios da Cidade Maravilhosa desabarem aos olhos do mundo e sobre as cabeças de seus conterrâneos.

Salve, Eduardo Paes, o político do mimetismo.

Anúncios

7 Responses to “Sabem Como O Eduardo Paes Virou Prefeito Do Rio?”

  1. carla Says:

    Não sabia… e jamais saberei se não tivesse alguém disposto a nos lembrar. Obrigada, uma abraço, Carla Gomes

    Curtir


  2. Obrigado, Carla. Abraços. Alberto.

    Curtir


  3. É sempre bom refrescar a memória das pessoas…

    Curtir

  4. Ana Carolina Says:

    Pô,esse site não tem data do dia que o Eduardo Paes se tornou perfeito!

    Curtir

  5. Dudu Santos Says:

    Eduardo Paes nunca foi advogado. Ele é formado em Direito mas nunca teve registro na OAB.

    Curtir


  6. you tube voce vai ver logo no primeiro resto esta 26 videos
    tempo de alegria por felipe naldo exagerado por felipe
    show das poderosas por felipe caipifruta por felipe
    psy por felipe gangnam 1 tarraxinha por felipe
    piradinha por felipe lepo lepo por felipe magalenha por felipe

    Curtir


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: