Home

A Copa Na Amazônia.

junho 26, 2011

Hoje ouvi uma boa reportagem na rádio CBN que trata da Copa do Mundo na Amazônia. Existe um Instituto, cujo nome não guardei, que está não somente fiscalizando os custos com as obras que serão efetuadas em Manaus, mas, também, atento aos benefícios que a competição poderá trazer à região. Que bom será se cada cidade sede tiver esses mecanismos de controles.

O Instituto mostra que os custos iniciais previstos para a construção de um novo estádio em Manaus já foram largamente superados. Apresentaram um orçamento de quanto custaria uma boa reforma no estádio já existente vis-a-vis o erguimento de um novo. Chamou a minha atenção que o custo somente de demolição do atual estádio de Manaus é de R$ 25 milhões. Claro que seria muito melhor para o desenvolvimento daquele Estado não demolir e construir um novo estádio. Mas reformar o que já existe, de forma a fazê-lo viável para a Copa, de acordo com a realidade e as possibilidades do Brasil. E o restante da verba disponível investir em programas sociais.

Manaus é o sexto pior índice de desenvolvimento urbano do Brasil. O sétimo pior em educação. Grande parte da população do estado do Amazônas não tem saneamento básico.

É um falta de consideração com o povo pobre e carente erguer um majestoso estádio, que depois será inevitavelmente um “elefante branco”, enquanto eles ainda não têm os ítens mais elementares que o Estado deve prover aos seus cidadãos.

Anúncios

2 Responses to “A Copa Na Amazônia.”

  1. Carlos Franco Says:

    Presidente da Confederação Brasileira de Badminton descumpre determinação da Justiça e FOGE!!!!

    É com muito pesar que o BADMINTON brasileiro vem tornar público as ações de seu presidente interino, Sr. Manoel Eduardo Galves Gori.
    O senhor Manoel Eduardo Galves Gori é o presidente interino da Confederação Brasileira de Badminton. A Justiça de Campinas afastou o ex-presidente Celso Wolf Júnior e no último dia 02 de Maio de 2.011 nomeou o Sr. Manoel Eduardo Galves Gori como interventor da entidade com a missão de no prazo máximo de 60 dias convocar novas eleições para a entidade.
    O prazo de 60 dias termina no próximo dia 02 de Julho de 2.011, mas o presidente interino está descumprindo a decisão judicial por não estar cumprindo o estatuto da Confederação Brasileira de Badminton. No estatuto da entidade diz que o edital de convocação das eleições deve ser publicado com 15 dias de antecedência. Se o mesmo pode ficar no cargo de interino apenas até o dia 02/07 e considerando que a eleição seria então neste dia, o edital teria que ter sido publicado no dia 17/06/2011, porém, não foi.
    Uma segunda chance no estatuto é dada. Trata-se do “em caráter de URGÊNCIA”. Neste caso, o edital pode ser publicado com 8 dias de antecedência, e este prazo se encerrou no dia 24/06/2011, mas o edital também não foi publicado em lugar nenhum.
    Resumindo, o Sr. Manoel Eduardo Galves Gori, candidato declarado à presidência da Confederação Brasileira de Badminton descumpre a decisão da Justiça e quer por vontade própria continuar no cargo maior da entidade.
    Como se não bastasse isso, o presidente interino foge dos questionamentos que são feitos a ele. Diversos e-mails foram mandados pelas Federações Estaduais filiadas questionando a realização das eleições e nenhum presidente de federação estadual obteve resposta. Quando os mesmos presidentes de federações estaduais telefonam para o Sr. Manoel Eduardo Galves Gori, ele simplesmente ignora e não atende ao telefone.
    O BADMINTON já é um esporte pequeno, mas tem gente que quer se aproveitar da situação e simplesmente mancha o nome da modalidade, fazendo com que saia na mídia a notícia que seu presidente descumpre uma determinação da Justiça.
    Fica aqui uma pergunta. Se quando a Justiça determinou o afastamento do ex-presidente Celso Wolf Júnior e ele dissesse “NÃO VOU SAIR” o que será que iria acontecer? E agora, quando o Sr. Manoel Eduardo Galves Gori descumpre uma determinação judicial e simplesmente foge de seus filiados, fica a mesma pergunta….o que vai acontecer?
    Quem será o presidente da Confederação Brasileira de Badminton no próximo dia 03/07/2011? O Sr. Celso Wolf Júnior ex-presidente não pode ser porque está afastado e o Sr. Manoel Eduardo Galves Gori presidente interino também não porque já se encerrou o prazo de 60 dias dado pela Justiça para que ele realizasse novas eleições e ele não cumpriu a determinação da Justiça. Quem será o novo presidente da CBBd se o interventor, fez papel de inventor e simplesmente ignorou a decisão da Justiça para continuar como presidente da entidade….
    E o COB, órgão máximo do esporte olímpico brasileiro assiste a tudo de braços cruzados!!!!

    Outras irregularidades

    O Sr. Manoel Eduardo Galves Gori, presidente interino da Confederação Brasileira de Badminton conseguiu a façanha de em menos de 60 dias praticar uma série de irregularidades que vai resultar em alguma das três alternativas a seguir: 1) Ele vai preso por não ter tanto dinheiro para devolver, 2) Vai entregar o cargo ao novo presidente com a Confederação Brasileira de Badminton com dívidas para pagar ou 3) O COB vai ter que assumir o prejuízo para assim não fechar a CBBd.
    O Sr. Manoel Eduardo Galves Gori conseguiu em menos de 60 dias praticar irregularidades que são abolidas na Lei Agnelo/Piva. Uma delas é a realização de licitações para compras acima de R$ 8 mil. Pois bem, o senhor presidente interino para agradar a seus aliados e também conseguir conquistar alguns votos extras convocou a Seleção Brasileira Júnior que vai representar o Brasil no Campeonato Pan Americano Júnior de Badminton que acontece de 24 a 31 de Julho em Kingston na Jamaica. PRESTEM ATENÇÃO para a data da competição…..de 24 a 31 de Julho, ou seja, depois dos 60 dias já ter terminado. Mesmo assim, o Sr. Manoel Eduardo Galves Gori foi lá e comprou 14 passagens, um total de mais de R$ 35 mil. O COB sabe disso pois liberou a verba para a realização da compra. Mas alguém pode me dizer onde está o edital de convocação da licitação, se não foi publicado em nenhum jornal de grande circulação e nem mesmo no próprio site da entidade (www.badminton.org.br) ? Sem contar os nomes das pessoas que ele vai levar….são todos atletas…não…são inúmeros técnicos e dirigentes….atletas mesmo..só 7.
    Existem muitas outras irregularidades que eu poderia ficar aqui relatando aos senhores, mas só mais uma já basta. Neste final de semana prolongado foi realizado no Rio de Janeiro uma etapa do Campeonato Nacional de Badminton. Quem conhece BADMINTON sabe que se trata de um esporte em que o ginásio não pode ter entradas de vento e de luz, mas não é isso que foi verificado lá. O pior de tudo foi que a tabela dos jogos depois de publicada, foi sorteada novamente em algumas categorias e os atletas não foram informados disso. O atleta esperava jogar contra uma pessoa e depois jogou contra outra sem saber. Além disso, os atrasos nos jogos superaram a casa de três horas, enfim, nem jogos da série Z de futebol são tão desorganizados assim, mas no BADMINTON que é um esporte pequeno isso acontece. Agora perguntem para quem foram pagas as passagens para ir até o Rio de Janeiro?
    Para finalizar, gostaria apenas de pedir que os senhores investiguem essas denúncias pois o medo que caia na imprensa é tão grande que tem gente mandando e-mails aos presidentes de federações estaduais pedindo para que as coisas no BADMINTON sejam resolvidas de forma interna sem que seja divulgada na imprensa, blogs, sites, etc, mas isso não posso aceitar.

    Carlos Franco
    Amante do Badminton
    O mesmo que fez a denúncia de que os ATLETAS BRASILEIROS QUE ESTÃO TREINANDO NA MALÁSIA PELA SELEÇÃO BRASILEIRA ESTAVAM PASSANDO NECESSIDADE porque a Confederação Brasileira de Badminton através de seu interventor não pagou os salários dos mesmos (aliás essa foi mais uma das irregularidades praticadas dentro dos 60 dias de gestão).

    Curtir

  2. Carlos Says:

    Denuncia de 2011,bem velhinha, mas hoje se sabe que o COB nesta absurda despesa irregular de verba federal feita por este interventor sem licitação denunciada acima, foi regularizada pelo próprio COB através do famoso jeitinho brasileiro! É só o TCU procurar esta prestação de contas que vai ver que o COB deixou por isso mesmo. Gastaram a rodo e o COB aceitou.

    Curtir


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: