Home

Uma CPMI Olímpica E A Agência De Turismo Olímpica

março 28, 2011

Na semana passada um atleta que não quis se identificar deixou um comentário neste Blog em que disse compreender, agora, as razões pelas quais sempre que recebe uma passagem emitida pela Tamoyo Turismo, verifica que elas custam, em média, 20% a mais do que os preços praticados no mercado. Escreve, ainda, que se coubesse a ele a compra das passagens, faria uma boa economia.

Enquanto não mudarem as coisas, nunca será demais insistir na discussão sobre a Tamoyo Turismo, a agência oficial do Comitê Olímpico Brasileiro (“COB”). Não tenho acesso aos preços das passagens aéreas adquiridas pela Tamoyo Turismo por conta e ordem do Comitê Nacional. Mas em vista do que escreveu o atleta, seria muito bom se o COB trouxesse a público os valores que envolvem a Tamoyo Turismo.

De qualquer maneira, não faz sentido monopolizar as compras de passagens, reservas de hotéis, aluguéis de veículos, venda de ingressos a uma só empresa. Aliás, não faz sentido o COB delegar essas funções a uma agência de turismo que, certamente, ganha polpudas comissões pelas vendas que realiza. Cabe perguntar se não fosse o cliente COB, seria a Tamoyo Turismo uma empresa de sucesso? Voltem no tempo, pesquisem e verificarão que a existência da Tamyo Turismo está umbilicalmente atrelada à carreira de cartola de Nuzman. Nuzman nunca escondeu de ninguém sua amizade fraterna com a dona da Tamoyo Turismo, Titina Lowndes.

O COB jacta-se de possuir em seu plantel um número grande de funcionários. Com tanta gente trabalhando no órgão, alguém de lá de dentro poderia encarregar- se de buscar junto às companhias aéreas os melhores preços oferecidos para os determinados percursos.

A existência de uma agência de turismo oficial e permanente é algo perfeitamente dispensável.

Uma CPMI Olímpica bem feita elucidaria tudo isso.

Anúncios

2 Responses to “Uma CPMI Olímpica E A Agência De Turismo Olímpica”

  1. Pedro Henrique Says:

    Concordo! Mas o que você nos aconselharia? Somos forçados a comprar da Tamoyo por ser a única a vender os ingressos olímpicos. Eu achei desde o começo que o sistema de vendas deveria ser mundial e pelo site oficial.

    Curtir

    • albertomurray Says:

      Se Você tiver as provas de que houve venda casada, sugiro entrar com um processo exigindo a venda isolada. No caso da CBF, na Copa retrasada, houve liminares e decisões favoráveis. Obrigado. Abraços. Alberto.

      Curtir


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: