Home

Formas De Financiamento E Repasses De Dinheiro Olímpico.

março 5, 2011

O orçamento do Comitê Internacional Olímpico (“CIO”) é proveniente das seguintes fontes: 45% de patrocínios privados; 47% de direitos de transmissão; 5% da venda de ingressos; e 3% do licenciamento de produtos. Do total de dinheiro auferido pelo CIO, pouco mais do que 90% é repassado para as Federações Internacionais, Comitês Olímpicos Nacionais e programas como a Solidariedade Olímpica. Portanto, menos de 10% da arrecadação do CIO é retida pela entidade, para pagamento de suas despesas

O Comitê Olímpico Brasileiro (“COB”) por sua vez, de todo dinheiro que recebe, de todas as suas fontes, retém em seu caixa mais de 50% para sua burocracia interna. Essa tem sido uma das minha maiores críticas à administração do COB. Para que ter despesas operacionais tão elevadas? Como sempre enfatizo, o COB deveria ser um órgão com estrutura enxuta de modo a repassar a maior parte de seus recursos aos Atletas, estes que, ao final, são a verdadeira razão para que tudo isso exista.

Anúncios

4 Responses to “Formas De Financiamento E Repasses De Dinheiro Olímpico.”


  1. Olá Alberto,
    Será que você poderia divulgar os salários dos principais dirigentes ao menos em porcentagem?
    Grato,
    Jason

    Curtir

    • albertomurray Says:

      Os membros eleitos, tipo o presidente e o Vice presidente não podem receber salários. O dirigentes contratados não têm os seus salários divulgados. Gostaría, também, muito de saber. Já pedi várias vezes, pois se trata de dinheiro público. Mas os caras não informam. Abraços. Alberto.

      Curtir

  2. Carlos Says:

    Diretores tambem não podem receber, não é só presidentes e vices. É a hipocrisia de uma atividade, onde depois ficam perguntando porque não da muito certo!
    Vcs não focam corretamente os problemas do esporte no Brasil. Ficam batendo sempre na mesma tecla de confederaçao, mas o problema é muita pior do que este!

    Curtir

    • albertomurray Says:

      Caro Carlos, qualquer membro eleito pela Assembléia Geral não pode ser remunerado. Diretores, assim nomeados, que não tiverem sido eleitos, mas contratados sob o regime da CLT é considerado um empregado comum, pelo que, claro, deve ser remunerado. O Superintendente de Esportes, por exemplo, é remunerado. O Diretor Técnico também. E assim por diante. Abraços. Alberto.

      Curtir


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: