Home

Manuela D’Avila Será Ministra Dos Esportes? Será Que Ela Terá Coragem De Mudar As Coisas?

novembro 21, 2010

Uma fonte do planalto publicou que a Deputada Federal Manuela D’Avila seria a escolhida de Dilma para ocupar a pasta do Esporte. Pode até ser que ela seja o objeto de desejo da Presidente. Mas há uma série de conjuminações políticas que se passam até a mandatária da nação poder escolhê-la.  O Ministério do Esporte, que era dado a algum partido como prêmio de consolação, passou a ser cobiçado até pelo faminto PMDB, pela visibilidade que terá até 2.016 e, principalmente, pelo dinheiro que vai passar pelos seus cofres. Lamentaria muito se Orlando Silva pemanecesse no cargo. Como se não bastasse a política fracassada de massificar o esporte, as histórias de que tenho conhecimento são de arrepiar. Silva optou pelos ricos. Deslumbrou-se com o mundo olímpico e da FIFA. Silva e equipe têm que sair.

Sobre Manuela, sei pouco, ou quase nada. Sei que ela é voz atuante nas tribunas do parlamento sempre condenando, com veemência, as mazelas da nação. O fato de ser do mesmo partido que Orlando Silva pouco importará, desde que ela ponha em prática aquilo que sempre pregou como Deputada. Se fizer diferente, ficará desmoralizada.

Manuela será muito boa para o Esporte se fizer a opção verdadeira pelos pobres. Se criar mecanismos de massificar a prática do esporte entre o povo do Brasil. Se discutir com a sociedade ( e não somente com o COB, que não tem interesse algum nisso) um programa de longo prazo de prática esportiva nas escolas, nas universidades, aliado à busca de novos talentos. Manuela fará bem ao País se não der moleza ao COB, à CBF e outros. Se não se deslumbrar com os salamaleques com os quais essa gente certamente tentará seduzí-la, nos luxuosos salões que o mundo internacional do esporte proporciona. E que com os quais os desiquilibrados deixam de lado seus príncípios para aderir ao que muito ruim há na cartolagem nacional. De fato, o mundo do esporte internacional é recheado de luxos e mimos. Mas quem o vivencia deve fazê-lo com naturalidade, desprovido de vaidades, sem deslumbramentos e sem perder o foco. Os de caráter fraco são engolidos por ele.

Manuela, ou seja lá quem for, deverá atrelar projetos sociais do Ministério do Esporte a outros do Ministério da Educação, da Cultura , da Saúde, do Meio Ambiente. Esporte é a união da Educação, da Cultura, da Saúde e do Meio Ambiente. Deve lutar no Congresso Nacional pela lei que limita a reeleição no COB , nas Confederações e Federações, sem entrar nessa ladainha tola da cartolagem de que essa lei seria inconstitucional. Além disso, o Ministério do Esporte tem muita força para que as Federações , Confederações e COB modifiquem os seus estatutos de forma que eles próprios limitem a reeleição. Os que não o fizerem, podem ficar sujeitos ao não repasse de verbas por parte do governo. Se Manuela tiver peito de comprar a briga, ela poderá, sim, arejar as arestas do claudicante esporte nacional.

Manuela deverá ter coragem para ter vontade política de desengavetar os processos do TCU e prestar contas ao povo do Brasil sobre o superfaturamento de 1.000% nos Jogos Pan Americanos Rio 2.007. Deve dizer à FIFA e ao COI aquilo que o Brasil quer, ou melhor, aquilo que o Brasil pode fazer. E não o contrário. Deve lembrar-se que a esmagadora maioria dos Atletas  do Brasil (que não saem na mídia) estão muito desagradados com o esporte e que não falam com medo de retaliações. Deve deixar bem claro que Copa do Mundo e Olímpíada estarão sob rígido controle do governo, não somente com relação à gastança de dinheiro, mas ao exigir legados sociais e culturais para o País. Afinal de contas, quem paga a conta é o governo federal.

Manuela não deve fazer do Ministério um cabide de emprego para gente do seu partido. Deve cercar-se de gente séria, técnica  e honesta, independemente de ideologias. Há muita gente boa querendo trabalhar pelo esporte, desde que se tenha confiaça no Ministério.

Deve trabalhar em conjunto com o Ministério da Educação para que Educação Física seja inserida na grade escolar com a mesma importância que as demais matérias, que se amplie o número de praças esportivas nas escolas públicas de todo o Brasil e que os professores sejam bem remunerados. A Educação Física ainda é uma matéria marginal nas escolas.

Há muito o que se fazer. 

Será que possível futura Ministra Manuela vai ter coragem? Que ela não se apequene.

Anúncios

2 Responses to “Manuela D’Avila Será Ministra Dos Esportes? Será Que Ela Terá Coragem De Mudar As Coisas?”

  1. Tarcísio Says:

    Avisei a mesma pelo twitter, e ela me disse que leu.

    Curtir

  2. Anderson Robinson Says:

    O problema é ela ter coragem, e logo ser trocada por outro ou outra menos corajosos.

    Curtir


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: