Ainda Sobre O Fiasco Do Brasil No Mundial Juvenil De Atletismo.

Em complementação os post de ontem, este Blog reitera que o Brasil não colocou NENHUM Atleta nas finais das provas de pista do campeonato mundial de atletismo, realizado no Canadá. Na prova final, do revezamento dos 4 x 400 metros, Botswana colocou a sua equipe na final. E o Brasil nada!

Para um País que já teve medalhistas, ou finalistas olímpicos em provas de pista, como Lúcio de Castro, Sylvio de Magalhães Padilha, José Telles da Conceição, Agberto Conceição Guimarães, João Batista Eugênio, Zequinha Barbosa, Robson Caetano, Joaquim Cruz, Sanderlei Parrela, as equipes do revezamento 4 x 100 metros,  o time do 4 x 400 metros em Moscou/1.980 (todos Atletas de grande destaque internacional), pode chegar a 2.016 e não colocar uma pessoa sequer nas finais de provas de pista.

O que aconteceu no Canadá é um sintoma muito sério de que o comando do atletismo no Brasil deve ser imediatamente alterado.

O que essa gente do atletismo federal está fazendo com o nosso dinheiro, que recebem da Lei Piva e da Caixa Econômica Federal?

Se eles tiverem consciência, devem, assim que retornar do Canadá, pedir demissão. Vamos salvar o atletismo enquanto enquanto há tempo.

Categorias olimpismo

2 comentários em “Ainda Sobre O Fiasco Do Brasil No Mundial Juvenil De Atletismo.

  1. Olá Alberto,

    Sou leigo no assunto, não entendo nada de atletismo.

    Uma informação:

    Como Botsuana (onde fica isso ?) classificou sua
    equipe para a final da prova e o Brasil um país
    continental com 192 milhões de habitantes não ?

    Por acaso o Botsuana (onde fica isso mesmo?) têm
    mais material humano do que o Brasil que o
    permita colocar uma equipe de revezamento na final
    e o Brasil não ?

    Mais, no post abaixo vc cita que ficamos atrás de
    Trinidade e Tobago e do Qatar.

    Fiz uma rápida pesquisa e descobri que Trinidade e
    Tobago é uma pequena ilha no Caribe com 1,3 milhões
    de habitantes e o Qatar uma península no Golfo
    Pérsico com 835 mil habitantes.

    Como se explica que estes dois países tenham tido
    um desempenho melhor que o Brasil ?

    Se puder me auxiliar nestas informações agradeço!

    Curtir

  2. Nilson Duarte Monteiro julho 26, 2010 — 8:56 pm

    Olá Alberto,

    Não quero defender os dirigentes da CBAt, você sabe muito bem o que eu combato essa gente, mas, a renovação do atletismo brasileiro não passa só por políticas de esporte, eu penso que o grande problema do atletismo, ou o esporte como um todo, está nas escolas, universidades, está na distribuição de renda (não a distruição melhorando o salário), mas, na melhoria das escolas, acabar com as escolas particulares (que são uma fábrica de dinheiro), ou seja, educação para todos, sem distinção, é para isso que pagamos impostos, para ter escola públicas de qualidade, saúde pública de qualidade, transporte público de qualidade e saneamento de qualidade, mas não, vão gastar bilhões em dois eventos que juntos vão durar apenas 45 dias; e depois?

    Alberto, 90% das escolas públicas do país só tem o espaço acadêmico, o esportivo é quase nulo e, quando tem o espaço esportivo é todo deteriorado.

    Outro grande problema dos jovens de hoje não quererem praticar esportes está na tecnologia. Os pais que não querem ter trabalho com os filhos, logo que eles apredem a andar já dão um computador para a criança, e aqueles que não tem condições de dar um computador, socam as crianças de frente para TV, isso não é só na classe média, mas a classe pobre também, pois os pais tem que trabalhar, aí compram um TV a muito custo, para que seus filhosd fiquem dentro de casa quietos.

    Os dirigentes tem sua parcela de culpa, mas, a população também tem. Os dirigentes se locupletam as custas dos atletas, e esses não se rebelam contra essas arbitrariedades. A Geisa botou a boca no mundo contra as sacanagens, mas ao primeiro sinal de uma grana ela se bandeou para Uberlândia largando sua técnica. Tudo bem, ela foi a procura do melhor para ela, mas se esqueceu de suas raízes, assim como fez o Cielo, que depois do estardalhaço, trancaram-no numa salinha e depois saiu rasgando elogios ao Coracy.

    É muito triste, mas todos nós temos uma parcela de culpa.

    Acho que já escrevi muita bobagem.

    Tchau!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close