Enquanto A Prefeitura De Manaus Paga Passeio De Barco Para A Confederação Brasileira de Atletismo, a Vila Olímpica De Manaus Está Sub-Utilizada Por Falta de Recursos. Uma Evidente Inversão De Valores.

Choque de Realidade

Por Amir Somoggi

O canal ESPN Brasil tem feito uma série de reportagens sobre os esportes olímpicos no Brasil abordando diferentes aspectos da administração do COB, Comitê Paraolímpico, das Confederações Nacionais e Federações de diferentes modalidades. A idéia do programa é fazer com que essas entidades prestem contas à sociedade.

Um dos aspectos mais abordados pelas reportagens é a questão da continuidade no poder dos presidentes de diversas entidades que administram os esportes olímpicos no Brasil, bem como a falta de políticas públicas para o esporte nacional e a evolução dos recursos destinados pelo setor público para o financiamento das atividades de diferentes projetos olímpicos. O programa traz entrevistas com dirigentes, jornalistas, atletas e ex-atletas.

 A ESPN Brasil a princípio acertou no tema, já que em ano de Jogos Olímpicos sempre se levanta o mesmo questionamento: Porque o Brasil com grande potencial olímpico nunca conseguiu criar uma política eficiente para a conversão desse potencial em realidade e em todas as edições das Olimpíadas somos obrigados a conviver com o famoso “Choque de Realidade”.

 Entretanto todos os entrevistados e a própria ESPN Brasil cometeram um grave erro, já que em momento algum se questionou porque as entidades que tem como obrigação desenvolver o esporte no país, implementaram uma profunda profissionalização de seus projetos, buscando recursos na iniciativa privada, como em tantos países do mundo.Todos nós sabemos que os esportes olímpicos no Brasil dependem em geral de repasses da União e de recursos provenientes dos patrocínios das empresas estatais.

 Um bom exemplo citado na última reportagem foi o da Vila Olímpica de Manaus, cidade sede da Confederação Brasileira de Atletismo. Alguns entrevistados disseram que por problemas políticos o Centro de Excelência está sem recursos e praticamente sem atividade.

Vila Olímpica de Manaus, pouca atividade por falta de recursos

 

Categorias olimpismo

2 comentários em “Enquanto A Prefeitura De Manaus Paga Passeio De Barco Para A Confederação Brasileira de Atletismo, a Vila Olímpica De Manaus Está Sub-Utilizada Por Falta de Recursos. Uma Evidente Inversão De Valores.

  1. Nilson Duarte Monteiro julho 14, 2010 — 7:25 am

    Amaury,

    A Vila Olímpica de Manaus já teve bastante atividade, porém, hoje em dia está as moscas.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close