A Luta Pela Fiscalização Está Só Começando. Que Se Crie, Amanhã, Um Website Apenas Para Tornar Públicas Os Gastos Olímpicos, A Começar Da Campanha.

Alguns nomes têm sido fundamentais para a moralização do esporte olímpico do Brasil, a quem cumprimento: Juca Kfouri, José Trajano, Antero Greco, Marcelo Gomes, Roberto Salim, Silvio Lancellotti, Paulo Calçade, Mauro César Pereira (e todo o pessoal da ESPN Brasil). Mariana Lajolo, Eduardo Ohata, Mariana Bastos,Rodrigo Mattos Sérgio Rangel e toda gente bacana e corojosa da Folha de São Paulo. O Bruno Lousada e o Jamil Chade em nome dos quais cumprimento o trabalho incansável da boa turma do Estadão. Milton Leite e Cleber Machado, da Sportv, que tiveram a audácia de manifestarem-se mesmo que contraraiando a orientação de seus patrões.  Ao nosso Mestre José Cruz, que desvenda o mistérios dos números e coloca os nossos dirigentes em palpos de aranhas. Ao José Roberto Magalhães e à Izabel Torres, do Correio Braziliense. Ao Marcelo Damato e Marcel Merguizo, do Diário Lance. Ao Marcelo Laguna, do Diário de São Paulo. Ao Paulinho e ao seu corajoso Blog. À Carolina Canossa da Gazeta Esportiva. À Adriana Brum do Correio do Povo, em Curitiba. Ao Wanderley Nogueira, Fred Júnior e a todo o pessoal da Rede Joven Pan de Rádio. Ao Lennon da Costa, lá do Jornal da Amazônia. Ao Julian Aoki Romero que, mesmo sob intimidações, nunca cedeu, em seu Blog Swim It Up. Ao Atleta Olímpico Eduardo Fischer. A todos os Atletas e Técnicos Olímpicos e não Olímpicos que ajudam nessa jornada, mas por justo receio de verem seus nomes retaliados, pediram o anonimato. A vários dirigentes, inclusive Presidentes de Confederações Nacionais do Desporto que, igualmente, requereram sigilo em razão do possível corte de verbas, mas que passaram informações importantíssimas. Aos seletos membros do Governo, do Ministério do Esporte que nunca deixaram de municiar este Blog com informações muito relavantes. A todo pessoal da ONG Sylvio de Magalhães Padilha. Aos incentivadores quase que diários Alexandre Netto, Carlos Alex Soares e Nilson Duarte Monteiro, ao pessoal de lá de dentro do próprio Comitê Olímpico Brasileiro que sempre informou sobre os humores do “Deus”. Ao Jânio de Freitas e ao Clóvis Rossi que, mesmo sendo Jornalistas políticos, dedicaram seus espaços para também escrever sob as paraltices olímpicas do Brasil. Perdoem-me se porventura alguém aqui não foi devidamente citado. Com gente assim, vamos mudar as coisas e viver em um País melhor. A luta agora está apenas começando. Vamos fiscalizar o andamento das coisas para que não se repita a tragédia financeira que foram os Jogos Pan Americanos.

Categorias olimpismo

21 comentários em “A Luta Pela Fiscalização Está Só Começando. Que Se Crie, Amanhã, Um Website Apenas Para Tornar Públicas Os Gastos Olímpicos, A Começar Da Campanha.

  1. Alberto,

    Eu concordo em gênero, número e grau com você, temos que fiscalizar. Entretanto, vivemos no Brasil e sabemos que quem tem o poder simplesmente abafa o que quer ou mesmo faz o que quer. Temos exemplos concretos no esporte brasileiro com o Sr. Nuzman e o Sr. Ricardo Teixeira, pelo menos. Infelizmente, seremos um sussurro na multidão. Vale lembrar que existem dezenas de projetos de lei anti-corrupção que não passam no Congresso Nacional. Vale lembrar que o TCU, em meados de Junho, relatou as falhas financeiras do Pan no Rio, e mesmo assim teremos Rio 2016.
    Isso parece um programa do Casseta e Planeta, das Organizações Tabajara. Eu tava comentando com a minha esposa, que tragicamente parece a situação:

    A sua cidade tem sequestros relâmpago? Tem assaltos? Roubos? Assassinatos? Saúde ruim? Educação pior ainda?

    Os seus problemas acabaram!

    Vem aí, Rio 2016. Com ela, tudo será resolvido…

    A parte trágica é que isso não é verdade e também sabemos.

    []’s

    Othon.

    Curtir

  2. Daniel Bornholdt outubro 2, 2009 — 4:40 pm

    Boa tarde, Alberto.
    Favor endereçar este comentário aos seus amigos e blogs parceiros.
    Gostaria de desde já, estudar uma forma de ação coletiva para que dos meus impostos (todos, e sobre tudo que eu comprar) seja descontado o valor referente a palhaçada que serão os gastos públicos com as “OLIM PIADAS”. Acho que não somos apenas centenas, mas somos milhares que não apoiaram o PAN, e não apóiam esta PIADA. Acredito que pela constituição os gastos do governo devem ser apoiados pelo POVO. Não acredito que seja possível ganhar, mas será possível fazer um bom barulho, e a partir desta ação abrir caminho para outras, como por exemplo, o POVO entrar com ação contra o governo contra o “auto” aumento de salários. E assim por diante. Meu nome já está aqui para a ação coletiva na Justiça. Daniel Bornholdt – e-mail: danielbornholdt@uol.com.br.

    Curtir

  3. Agora não tem mais como chorar, o rio ganhou, e como estávamos torcendo contra agora temos que partir para outro rumo, o de fiscalizar e ficar emcima desses caras, pessoas como você podem ser muito mais importante a partir de agora, muita coragem, dedicação e sorte pra você, vamos todos ficar emcima dessas pessoas que vão querer se aproveitar desse evento.
    Grande abraço!

    Curtir

  4. Não entendo esse seu determinismo em afirmar que VAI ocorrer os mesmos problemas do Pan. O César Maia não é mais prefeito da cidade, e o COB não faz contratos com empreiteiras. Não há um pouco de má-vontade de sua parte ?

    Curtir

  5. Imaginem essa dinheirama, sem o olho vivo de todos os dos citados acima? Vai lá, Alberto, olho neles, dia e noite.

    Curtir

  6. Nilson Duarte Monteiro outubro 2, 2009 — 5:06 pm

    Alberto e Todos,

    Não sei se vocês repararam, mas eu acho que a coisa começou mal. O presidente do COI antes de anunciar a vencedora, expôs o envelope de cabeça para baixo, os aros olímpicos estavam invertidos. Eu acho que essas olimpíadas vai dar o que falar e muita gente presa por corrupção.

    Curtir

  7. Rômulo Sardinha outubro 2, 2009 — 5:20 pm

    Caro Alberto,
    Me senti enjoado com a quantidade de políticos (senadores e deputados federais) que foram a Dinamarca. Parece que não tem nada importante para se votar em sessões nas casas. Quando saiu o anúncio, com todo o respeito, vi que o COI não está preocupado com nada. Parece que só se preocupam em ganhar dinheiro e espalhar sua boa reputação. Temos que fiscalizar sim. O que mais me deixa chateado é que não se reúne tanta gente para ir em Brasília e fazer pressão para a punicão à corrupção. Ou mesmo como alguns cidadões de Chicago que mostraram sua insatisfação com a possibilidade de Olimpíada lá. Para festa como hoje, todos se reúnem. E o pior, quem estava festejando hoje, nem sabe o que tem por trás de uma olimpíada. Os gastos, as instalações e tantas outras coisas. Dizem que o Pan-2007 foi um sucesso, porque tudo ficou pronto e quase ninguém (exceto todos a quem você citou no post e eu) viu os erros e gastos superfaturados. O pior é que ninguém se revolta e acha tudo normal. Para muitos não somos patriotas, mas na verdade somos defensores da honestidade. Que fiscalizemos!

    P.S: Será que agora o MPF e o TCU podem fechar seus relatórios e indicar os culpados pelos gastos excessivos no Pan 2007?

    Curtir

  8. Caríssimo, assino embaixo do que você diz, em tudo, não se trata apenas de fiscalizar, mas sanear o esporte olímpico no país para que possamos receber estes jogos de forma digna, no SOS Autódromo RJ escrevi o que penso, não se trata de chorar pela derrota, se a vida te der um limão, façamos uma limonada, ou uma caipirinha, mas o importante é mostrar para essa gente que eles não sairão impunes de novo de mais uma derrama de dinheiro público, que o Rio de Janeiro se transforme em uma cidade melhor, que o país se transforme em um lugar mais justo.

    Curtir

  9. Alunos do PID Maracanã outubro 2, 2009 — 6:22 pm

    Como disse o colega: do limão uma limonada.
    Se vamos ter Olimpíadas, mais um motivo para iniciar a prometida CPI do PAN e não demolir o Parque Aquático Júlio Delamare onde os atletas poderiam treinar.
    “Não ao desperdício do que está novo e funcionando” e que a mídia cumpra o papel de relatar os fatos antes que ela vire um filme de ficção.

    Curtir

  10. Continuamos juntos, Alberto. Não desanimemos pq agora sim, começa nossa árdua tarefa, ou melhor, missão, para fiscalizar essa gente. Conte sempre comigo. Abs

    Curtir

  11. Caro Alberto,
    ridículo o uso do dinheiro público nesta campanha. Da noite para o dia o Rio torna-se palco do esporte mundial. Uma análise ingênua mostra apenas que isto representa a “importância” do Brasil para o mundo reconhecida. Ainda não sei quem lucra com estes eventos. Sei que o povo é que não é. Haja visto nossa experiência com o PAN, em que as instalações estão abandonadas, sem uso, salvo o Engenhão – que não tem público. Tanto dinheiro (alguém sabe a soma total?)que eu gostaria de ver investido em saúde, educação, cultura e segurança pública. Será que dá pra calcular as vantagens dessa verba investida no carioca?
    Abração

    Curtir

  12. Marcos Izoton Junior outubro 2, 2009 — 7:34 pm

    Caro Alberto,
    Agora é só um começo. Sou Brasileiro, pago devidamente meus impostos, trabalho igual a um doido, emprego pessoa e ainda faço esporte. Não recebo bolsa familia e eticetará e tal. Então irei acompanhar minucionsamente o andamento da gastância do dinheiro que é do povo brasileiro.
    Espero que os gestores pensem a longo prazo e invistam realmente na qualidade do esporte olimpico no brasil, caso contrário iremos passar vergonha em nossa casa.
    Estamo ai!!!

    Curtir

  13. Muito triste essa análise caótica, sem quaisquer condições de ser levado a sério chega a dar asco.
    Um evento dessa envergadura não pode ser comentado por esse prisma caótico, como se somente no Brasil houvesse roubo, bandido, corrupção, desvio de dinheiro público, e outras coisas mais.
    Torço sim e torcerei sempre para que o Brasil possa sempre estar a frente e sediar de quaisquer eventos importantes, em todos os seus aspectos mais relevantes.
    Vencemos e conseguimos sediar uma Olimpiada!
    Putz, esse é um orgulho maravilhoso, que inclusive até sua realização vai acarretar profundas mudanças nos costumes, no cotidiano do carioca, do brasileiro,
    enfim do todo comportamental.
    Vamos nos alegrar, vamos nos encher de orgulho por estarmos entrando na história pela via normal de acesso e não pelos fundos.
    Fazer da solidificação de nosso país como sede dos dois eventos esportivos do mundo, somente pode e deve trazer-nos discussões positivas, altruístas,jamais negativas, despersonalizadas e carregadas de um “ranço” partidarista e principalmen te pessoal.
    Lula moralizou essa nação no que foi lhe dado condições para moralizar.
    Lula trouxe as olimpíadas, trouxe a copa do mundo, do panamericano, porque quitou a divida externa, elevou o Brasil à décima economia mundial, é a figura mais conhecida e mais respeitada politicamente do mundo, e essa verdade não pode ser apagada.
    Lembro-me bem de uma frase do presidente Lula, quando indagado sob as irregularidades frequentes no país: “O presidente não prende ladrões a ele cabe administrar e governar o país, ladrões devem combatidos pela polícia, as cpi’s podem ser feitas quantas vezes forem necessárias, existem ladrões?
    Que eles sejam presos!”
    Juca Kfouri, uma lástima… O Rio de Janeiro maravilhoso não existe… A Olimpíada deveria ser realizada em São Paulo por acaso? São Paulo é uma cidade dez vezes mais violenta que o Rio, e ele sabe disso.
    Um absurdo.
    josemir tadeu

    Curtir

  14. Prezado Alberto, novamente meus Parabens!

    A sua luta corajosa e dura, perfeitamente democrática não pode deixar de existir. Voce “pos a cara pra bater” como dizem , sem receio de ser injustamente criticado como se fosse não brasileiro, ou não carioca, essas bobagens que pessoas incapazes sabem dizer.

    Também sou um brasileiro com muita honra, muito mais do que muitos que se dizem.

    Lamento que o esporte em geral não receba iniciativas euma política nacional de 32 bilhões nos proximos 8 anos para desenvover-se junto ás crianças, jovens, adultos e idosos, nas escolas, nos parques, nos clubes e nas federações.

    Foi a escolha dos nosso dirigentes, acato-a mas não concordo.
    Um grande abraço de grande apreço. Jan

    Curtir

  15. Oi João. O Governo de fato é e será outro. Mas o pessoal do COB é o mesmo. Daí fico com a pulaga atrás da orelha por causa disso. Tomara que não haja escândalos. Vamos torcer. Obrigado pelo comentário. Um abraço.

    Curtir

  16. Sem dúvidas de que se alhuma Cidde brasileira tem o phisque du role para sediar Olimpíada é o Rio. Mas como esse pessoal do COB é o mesmo do Pan Americano, ficamos com a pulga atrás da orelha. É legal ver o povo na rua vibrando. Mas esse mesmo povo agora tem que ficar de olhos abertos para que as promessas sejam cumpridas. E sem corrupção. Um abraço.

    Curtir

  17. Mais engraçado agora que vi! Eu não li esse seu posto enquanto criava o abaixo-assinado …

    hehehe, é.

    Curtir

  18. Monica Formigoni outubro 3, 2009 — 8:35 am

    Murray,
    Não pratico esporte, mas sou uma brasileira apaixonada por eles. Não acredito que essa fase esportiva dure para sempre, tenho esperança de que o esforço de muitos possa melhorar a qualidade do esporte no país. Nossos atletas são bons, apenas não possuem boas oportunidades. Nosso trabalho é ajudar as oportunidades chegarem devidamene até eles e a fiscalizar o que for necessário.
    Meu trabalho e meu espaço estarão sempre à disposição.
    Bom trabalho à todos!!!!

    Curtir

  19. Caro Alberto,

    Obrigado pela referência. E tenha certeza que seu trabalho não foi em vão. Continue fiscalizando e denunciando os problemas do esporte olímpico brasileiro.

    Abraços

    Marcelo Laguna

    Curtir

  20. Maria Aparecida outubro 4, 2009 — 8:38 pm

    Deixo aqui minha humilde admiração e respeito por esses profissionais e jornalistas não amestrados que têm a coragem de combater tamanho desvario. Não sei qual a hierarquia, se é que há alguma, mas quem tem mais Poder? O Ministério dos Esportes ou o COB? O COB está subordinado a esse ministério? Não sei, vi tanta gente lá na Dinamarca, viajando com o dinheiro dos meus impostos, enfim, de quem é a obrigação de fomentar e desenvolver o esporte nacional? No blog do JCruz, ele diz que há dinheiro, e muito, porém diz que esse ministério administra mal os recursos que tem! E o COB, o que faz com as verbas milionárias que recebe? Isso tudo me parece um grande balaio de gatos, terra de ninguém, ou melhor terra do faz de conta. Faz de conta que eu governo e o povão faz de conta que está tudo bem. Que país é esse?

    Curtir

  21. Maria Aparecida outubro 4, 2009 — 8:50 pm

    Por mais didáticos e consistentes que sejam os argumentos das pessoas sérias contra esse pesadelo olímpico, o povão que festeja esse desvario provou que gosta mesmo de pão e circo. O que mais nos choca e chateia são os argumentos utilizados por estes insanos que não conseguem enxergar um palmo diante do nariz. São alienados politica e culturalmente, não têm uma visão macro da situação e resumem tudo no mais pífio dos argumentos: inveja e bairrismo, além de partidarizarem tudo! Concordo com o Sr. Daniel Bornholdt, de SC: como contribuinte, NÃO QUERO meu dinheiro patrocinando essa insanidade!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close