A Cidade Que Quer Ser Olímpica E O Tráfico De Drogas.

O Jornal Nacional noticiou a guerra civil havida entre os traficantes pela disputa dos principais pontos de distribuição de drogas na Cidade Maravilhosa. Pouco depois, em um noticiário de uma televisão estrangeira a cabo, matéria semelhante foi levada ao ar, por seu correspondente no Brasil. Amanhã, certamente, os jornais de todo o mundo irão repercutir a questão. São imagens de muita violência, tomadas de um helicóptero, inclusive. Balas perdidas atingem zonas residenciais do Rio. Vigias ficam feridos. A guerra acontece no meio da Cidade, que pleiteia ser sede olímpica em 2.016. Só mesmo um idiota vai achar que isso não abala a imagem da Cidade e do País no exterior. Seria uma falta de bom senso dizer que “em qualquer Cidade do grande do mundo estamos sujeitos à violência.” Não a esse tipo de violência, de guerra de bandos, traficantes de droga, que usam armas de alto calibre e enfrentam a polícia de igual para igual. Ou, às vezes, até com maior poder bélico. Talvez, em qualquer Cidade grande do mundo estejamos sujeitos a ter nossas carteiras roubadas. Mas violência como a que se viu hoje nos noticiários da televisão e que já corre, o mundo, são “privilégio” de Países subdesenvolvidos, que ainda têm muito o que fazer antes de gastar dinheiro com Jogos Olímpicos.  Ainda que não bastassem todos os argumentos contrários à candidatura carioca, alguém acha que os membros do Comitê Internacional Olímpico (“CIO”) vão dar uma Cidade assim a sede dos Jogos Olímpicos? Se alguém realmente acha, ou é bobo, ou é membro do Governo, do Comitê Olímpico Brasileiro, ou do Co-Rio? Pleitear Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro, ou em qualquer Cidade brasileira, é de uma insensibilidade social desproporcional.

Categorias olimpismo

Um comentário em “A Cidade Que Quer Ser Olímpica E O Tráfico De Drogas.

  1. Um casal de juizes paulistas que foram conferir o Carnaval nesse ano no Rio só não foram vítimas de um arrastão, em plena luz do dia, pq estavam num ônibus. Os turistas que estavam nos táxis ou em carros locados foram todos despojados de seus pertences sob a mira de fuzis. Realmente, enquanto se gasta tanto dinheiro com isso, nossa medalhista olimpica Jade se queixa de falta de atendimento médico, dá para acreditar ???

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close