Enquanto Isso, Os Dirigentes Olímpicos e Do Ministério Do Esporte Gastam Dinheiro Com A Faustosa E Derrotada Rio 2.016. É Escandaloso E Cruel O Que Essa gente Está Fazendo Com O Esporte Olímpico Do Brasil. Vou Reportar Isso Ao Exterior Também.

 

 
18/03/2009 – 07h03

Sem dinheiro, Jade faz promoção de camisetas para pagar tratamento

Bruno Império
Em São Paulo
 
Com o objetivo de custear o tratamento de uma lesão na mão direita que pode abreviar sua carreira, Jade Barbosa decidiu fazer uma promoção de camisetas licenciadas em seu site oficial. Enquanto o preço padrão das peças é de R$ 49,90 (feminino) e R$ 45,90 (masculino), o modelo estampado com motivos dos Jogos Olímpicos de Pequim passou a ser vendido por R$ 25.
Para chamar a atenção dos cerca de 300 internautas que visitam o site diariamente, os desenvolvedores do portal deram destaque à oferta na sessão de notícias do site. O apelo é justamente de que a arrecadação com a venda de camisetas serviria para auxiliar no retorno de Jade. “Compre uma camiseta e ajude na recuperação da lesão de Jade Barbosa; A Pedidos estamos (sic) lançando uma campanha para arrecadar fundos para ajudar Jade em seu tratamento”, diz o site oficial da ginasta.

Segundo pai de Jade, César Barbosa, um dos idealizadores da promoção, apesar de a campanha já ter entrado no ar há algumas semanas, o retorno ainda não é significativo. “Este é um trabalho de longo prazo”, justifica Barbosa, que também é empresário da filha. “O site [lançado pouco antes das Olimpíadas de Pequim] como um todo, atualmente, não dá lucro. Ele se paga. Sustenta o pequeno escritório que temos que trabalha o portal e só”, completa.

A promoção de camisetas não é a primeira cartada de Jade e seu staff para bancar o tratamento de sua lesão. No início do ano, a ginasta conseguiu levantar recursos com um empresário que fez uma doação em dinheiro para a atleta. Segundo César Barbosa, ele teria se sensibilizado com o caso de Jade porque sua filha gosta de ginástica.

Jade sofre com uma lesão rara chamada necrose no capitato, em que seu punho direito tem má circulação de sangue no osso central. Devido à gravidade, ela chegou a ser aconselhada por médicos a tentar resolver o problema nos Estados Unidos. No entanto, sem recursos, a ginasta irá se tratar no país. O caso chegou, inclusive, a ser observado em um congresso de ortopedia em São Paulo, mas os estudiosos não conseguiram chegar a qualquer conclusão.

Segundo o pai e empresário, a única fonte de renda de Jade é o salário que ela recebe do Flamengo, cujo valor prefere não revelar. Como o clube não oferece assistência médica aos atletas, o custo do tratamento é bancado pela própria ginasta.

“Os exames, ressonâncias ela faz pelo convênio médico particular que fiz para ela. Agora, consultas, remédios, tudo isso sai do nosso bolso. É muito caro. Gastamos mais de R$ 600 por mês só em medicamentos. Fora outros custos. Por exemplo, Ela [Jade] é menor de idade. Não dirige e, por ser uma pessoa pública, não pode andar de ônibus. Por conta disso, gasta mais de R$ 1.000 por mês só de taxi”, afirma César Barbosa.

O empresário estuda agora uma maneira de ampliar a arrecadação por meio da imagem da filha. “Estamos negociando formas de levar a marca das roupas da Jade para lojas em Shoppings do Rio de Janeiro. Por enquanto, não há nada definido, mas isso certamente melhoraria as vendas”, finalizou.


Arte UOL

Camiseta com motivos que fazem menção à Pequim-08 é vendida com apelo da lesão

Categorias olimpismo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close