Na coluna Painel FC:

Opositor de Carlos Arthur Nuzman no COB, Alberto Murray Neto foi tirado da diretoria da Federação Aquática Paulista.
Diz que a entidade foi “alertada” de que não seria bom tê-lo.

Patrão. Sobre a suposta pressão do COB no caso, o presidente da federação paulista, Miguel Carlos, disse: “A federação faz parte de uma estrutura esportiva nacional e está vinculada ao COB. Não dá para brigar com o chefe”.

NOTA DO BLOG:
Alberto Murray Neto era integrante da diretoria jurídica da FAP. A formação da diretoria deve ser de orientação e principalmente de comunhão de interesses e orientação da presidência. O direito de demitir qualquer diretor pela presidência é legítimo.
Entretanto, acho que a figura de Alberto Murray Neto tem contribuído muito mais para o esporte brasileiro nas suas denúncias e luta pela transparência dentro do Comitê Olímpico Brasileiro. Assim, Alberto siga a sua luta, pois continuamos com você.