O Discurso Pífio E Presunçoso No Prêmio Brasil Olímpico

O chefão do COB é vaidoso. Adora platéias laudatórias. Detesta ser questionado. Foge da raia como aconteceu, mais uma vez, na audiência pública no Senado Federal quando percebe que será confrontado. Ela já fugiu outras vezes. Esquivou-se de debater o esporte com o Jornalista Juca Kfouri em um Simpósio organizado por uma Universidade em Campinas. Recusa convites de televisão quando sabe que vai ser apertado.

Mas o palanque do prêmio Brasil Olímpico é o tipo de coisa que ele gosta. Posso garantir que a maioria dos Atletas que estiveram lá não aprovam a sua administração. Ele finge que não sabe disso. Tiveram a coragem de homenagear a judoca medalha de bronze em Pequim 2.008, mesmo após ela ter criticado, publicamente, a administração dos recursos da Lei Piva. A judoca merece todas as homenagens. Mas merece, mais do que isso, uma explicação pública sobre as críticas severas que ela fez ao sistema esportivo vigente.

É a hora do mandatário falar. Ele se sacode na cadeira. Mexe a cabeça de lá para cá. Entorta o pescoço. Mexe os punhos como se estivesse no guidão de uma motocicleta. Procura os holofotes da televisão. E, tentando fazer cara de estadista, de momento histórico, sobe no pulpito do Teatro do MAM, no Rio de Janeiro. Chacoalha mais um pouco. Dá outras mexidinhas na cabeça e começa a falar. Ele parece nervoso.

Em vez de fazer uma oratória de estadista, de quem conhece os problemas cruciais do esporte nacional, da pobreza real vis-a-vis à derrama de verba pública despejadas nos cofres do seu Comitê, usando aquele espaço para apontar soluções, o presidente do COB diz que ” a candidatura Rio 2.016 é uma aventura”.  É claro que todos ali aplaudem. Uns porque não entendem nada e ficam inebriados com a festa. Outros porque têm o dever de ao saco. Alguns por mera educação. E o rei tremelica mais um pouquinho. E volta para a sua cadeira, nu e contente.

Ao qualificar a candidatura do Rio 2.016 “como uma aventura”, ele acertou. É uma aventura mesmo. Nada mais do que isso. Ele apenas esqueceu, ou não quis comentar, que é uma aventura paga com dinheiro do povo, muito dinheiro do povo.

Lá do alto do seu púlpito, ele também não contou que aquela festa também havia sido paga com dinheiro do povo, com mais um repasse milionário do Ministério do Esporte para o Comitê Olímpico Brasileiro (vide post abaixo), sob a argumentação de que o convescote serviria para impulsionar a candidatura olímpica do Rio. Quero saber quantos votos o Rio ganhou com a festança.

E o Ministro? Bom, o Ministro está inebriado com tudo isso. Ele não percebe que paga a conta, só que o poder de interferência dele na gestão desses recursos é zero. Mas acho que ele se contenta com os salamaleques que lhe prestam em virtude do seu cargo. Isso ocorre aqui no Brasil e no exterior. Ele embarcou nessa de Rio 2.016 sem saber muito do que se trata. Foi na onda. Isso lhe proporciona viagens e atenções às quais nunca sequer pensou que teria em sua vida. Ele quer aproveitar o momento. O contacto com o cenário olímpico mundial pode mesmo cegar e afagar os pruridos daqueles mais vulneráveis aos ambientes luxuosos. O Ministro, que não entende nada da pasta que ocupa, parece caminhar nas nuvens. O Ministro do PC do B aprendeu a gostar de mordomias. Então, desde que continue assim, tudo bem em ele pagar a conta. Essa é a impressão que dá. Ele é um mero “assinador” de convênios. Nem mesmo nas competições escolares e universitárias ele interfere. A bolsa atleta e o programa segundo tempo são patéticos. Um repositório de falhas.

Eu fui apenas a um prêmio Brasil Olímpico, o primeiro deles, já faz tempo. Depois, apesar de receber convite, não ia. Hoje, adivinhem, não recebo convite, embora seja membro da Assembléia geral do COB. melhor, economizam papel. Sempre achei esse prêmio, feito do jeito que é, desnecessário, megalômano, hipócrita, caro demais. Tudo feito muito mais para o próprio COB aparecer, do que para, realmente, homenagear os Atletas. É assim até hoje. Assisti a essa edição de 2.008 meramente por dever de ofício, para escrever algo sobre ele. Eu aprendi que cargos se ocupam com discrição, com respeito ao trato do dinheiro público, sem necessidades de gastar com bobagens, principalmente com festanças, sem afetações e crises de vaidades. Aposto que o pessoalzinho do COB acha que o prêmio Brasil Olímpico é um avanço do esporte nacional. Assim como o mandatário acha que ter na folha de pagamentos um número enorme de funcionários “foi o grande avanço do esporte nacional”. Ele disse isso, sim, na audiência pública no Senado Federal. Está gravado e escrito.

Fosse eu o responsável por tudo isso, faria uma homenagem aos Atletas, claro. Porém não faria algo megalômano. Teria vergonha, vergonha mesmo, de pedir ao governo mais de R$ 1,7 milhão para fazer festa, em um País que tem tantos desníveis sociais, inclusive no esporte.

É lamentável como jogam dinheiro facilmente pelo ralo no País. O prêmio Brasil Olímpico, nos termos em que é feito, é outra maneira de debochar dos Atletas do Brasil, os ricos e os pobres, os olímpicos e os não olímpicos.

O Ministério Público também tem que investigar isso. É mais uma vez muito dinheiro do povo tratado como se privado fosse.

Categorias olimpismo

5 comentários em “O Discurso Pífio E Presunçoso No Prêmio Brasil Olímpico

  1. Nilson Duarte Monteiro dezembro 17, 2008 — 12:17 pm

    Olá Alberto,

    Tive vontade de vomitar quando começou a apresentação da candidatura para 2016.

    A apresentação já começou com uma mentira, ou seja, a primeira imagem que aparece é do arqueiro espanhol acendendo a pira olímpica, a maior farsa em termos de acendimento de pira. Depois veio aquela sucessão de falácias sobre melhorar a vida da cidade com as melhorias que possam advir das Olimpíadas, não tivemos isso no Pan, legado zero. No final o Sr. Nuzman agradece àqueles que estão trabalhando para a candidatura dizendo, “tenho que agracer a vocês por mais essa aventura”, ele não mentiu, mais uma aventura irresponsável.

    Assisti até o final o Prêmio Brasil Olímpico e cheguei a conclusão que o meu estômago é forte, é verdade, tive ânsia de vomitar, mas segurei com galhardia.

    Curtir

  2. Caro Alberto,
    Compartilho sem retirar uma única virgula do que o sr. Nilson Duarte postou acima. Foi uma vergonha aquele premio ontem e o que me deixa mais revoltado é que a toda poderosa destruidora do esporte brasileiro, e que no post abaixo com o desabafo de nosso grande idolo do basquete
    Wlamir Marques que foi companheiro do Sr. Angelin do Corinthians que eu convivi muito em PRAIA GRANDE até seus ultimos dias, a GLOBO alem de apoiar, coloca seus apresentadores que por sinal ontem foram na minha opinão patéticos para esse INSULTO A INTELIGÊNCIA DO POVO.
    Acho que está na hora de com a ajuda de todos acabar de uma vez por todas com essas exclusividades a rede globo….isso me irrita tudo tem que ser com eles, formula 1, agora o basquete de novo que é uma piada eles novamente estão como parceiros da confederação…ai sabe caro alberto fica muito triste que ninguem questiona (alem do seu blog e da ESPN BRASIL)esses acordos e ontem com aquela festança com o nosso dinheiro me deu ate desanimo, portanto, desliguei meu televisor e fui dormir ouvindo uma boa musica para dormir tranquilo.
    Novamente mais apoio ainda a CPMI DO COB
    abraços

    Curtir

  3. TRISTE É PERCEBER TAMBÉM QUE O CIELO NÃO TEM CARÁTER SUFICIENTE PRA ASSUMIR POSTURA ANTERIORMENTE COLOCADA. JA QUE NÃO TEM CORAGEM DE ASSUMIR, NÃO PRECISA FICAR PUXAR O SACO DESCARADAMENTE

    Curtir

  4. hilson m.breckenfeld filho dezembro 17, 2008 — 9:28 pm

    é lastimável que esse espetáculo tenha repercusão na midía; faz falta atletas fortes que enfrentem esses homens falsos e arrogantes que continuam a desfilar como se não houvesse nada de errado,é hora do ministério público intervir e pedir esclarecimentos sobre o uso do dinheiro público;quantos aos atletas é dificil para aqueles que queiram continuar atleta reclamarem,mas é triste assistir ao desfiles de ex-criticos hoje,comentaristas a rir de orelha a orelha a esquecer tudo e desfrutar da oportunidade para ser um porta voz dos esquecidos pelo mainstream;quando o ministro diz ¨as mulheres são a referência tanto nos jogos…¨ele se refere ao que,haja vista que as atletas de basquete,handball,futebol e as meninas da ginástica estão abandonadas sem perspectivas e a ouvir promessas vis,qual a razão do oba-oba pelo ministro? ou será ele insensível ao programa mostrado pela espnbrasil? usar microfones para falar em homenagem as mulheres é fácil,falta-lhe a atitude para as condiçoes precárias em que vivem as verdadeiras campeãs.

    Curtir

  5. Raphael Machado - BH dezembro 17, 2008 — 10:01 pm

    Caro Alberto,

    Tenho que confessar que não assiti nenhum minuto desta citada cerimônia.Não sei se fiz o correto ou não, mas sei que não tenho mais estômago como o Sr. Nilson Duarte Monteiro.De forma alguma desisti da causa ou joguei a toalha mas eventos como este existem somente para os politicos que se encontram no poder se vangloriarem.Não perderei 1 minuto sequer caso a CPMI seja confirmada, aí sim, sí não será um palco de uma pessoa só, aí teremos questionamentos, aí não seremos tratados como antas…..Em relação ao comentário de Paulo Murray, concordo em gênero, númro e grau. Sentimos falta de atletas que liderem alguma mudança, isso dói, pois fui atleta e teria muito mais orgulho dos mesmos caso se colocassem em prol de um esporte melhor.Entendo também que o poder auferido às confederações que levam a este silêncio, pois as mesmas mandam e desmandam nas carreiras destes atletas, basta notar a matéria na ESPN Brasil sobre a ginástica olímpica, esportes que dependem exclusivamente das confederações, os atletas ficam vendidos.
    No mais continuo acompanhando….

    Abração!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close